A importância de uma boa amiga na vida de uma mulher!

Uma boa amiga é um alicerce sólido em nossas vidas, sustentando nossos altos e baixos. Boas amigas compartilham risos, secam lágrimas e oferecem apoio incondicional, formando um vínculo que enriquece a jornada da vida.

Sim, há coisas que não conversamos com nossos parceiros ou filhos, mas conseguimos nos abrir com uma boa amiga, pois na maioria das vezes são assuntos que dizem respeito a nós como mulheres, nosso lado mais frágil, nosso lado mais angustiante.

E o que significa ter uma boa amiga?

A boa e verdadeira amiga é aquela que você sente, consegue ler nas entrelinhas seu carinho e apreço por você. É aquela que não compete nem tenta competir, pois ela é verdade na sua essência, podendo até ser bem diferente de nós.

Uma amiga verdadeira possui um valor inestimável. Sua presença transcende a mera companhia. Há sintonia na confiança, empatia e alegrias compartilhadas. Em um mundo repleto de desafios, boa amiga é farol, iluminando caminhos escuros que muitas vezes não conseguimos enxergar a luz ou horizonte. Fortalece o espírito humano.

A cumplicidade entre amigas é um refúgio, onde segredos mais íntimos são depositados com confiança e abraços substituem palavras. No palco complexo da vida, uma amiga é a plateia que aplaude nas vitórias e oferece ombro amigo nas derrotas.

Aliás, ela sabe muito sobre nós, nossos desafios amorosos e financeiros. E não temos vergonha de ser quem somos e abrir nossa intimidade, pois é verdade e afeto. Ninguém precisa atuar!

A dinâmica entre amigas mulheres desafia estereótipos, construindo uma irmandade de apoio mútuo. Juntas, elas desafiam expectativas, encorajam o crescimento pessoal e celebram as conquistas individuais. Uma amiga de verdade não joga confete barato nem diz sempre que estamos certas. É a voz da razão quando necessário, e isso é imprescindível. Mas também é a incentivadora incansável dos sonhos mais audaciosos.

Juntas são muito audaciosas mesmo! Quem tem uma amiga verdadeira e com ela nunca molhou as calcinhas de tanto rir? Tomou um porre? Até sentiu ciúmes?

Quem nunca, ao estar sozinha, saiu com uma amiga para jantar e sentiu-se completa, sem carências, em um encontro maravilhoso que ficou na memória?

Esses dias recebi de uma grande amiga psicanalista um lindo post, escrito por outra psicanalista, com o tema: “A amizade feminina é o novo amor romântico”? O subtítulo dizia: “Ter amigas é mais que um alento ou companhia na solidão. É estratégico para a nossa existência. São elas que nos salvam de relacionamentos abusivos, ajudam se ficamos doentes, acolhem nossa tristeza, acreditam em nós e em nossos sonhos quando já deixamos de acreditar e ainda fazem a melhor curadoria de memes para nos fazer rir” (Ingrid Gerolimich, psicanalista, socióloga e documentarista).

Feliz quem tem boas e verdadeiras amigas. Seja uma boa amiga para ter o privilégio e merecimento de receber uma boa amiga em sua vida.

Este ano se encerra, dando lugar a um Novo Ano. Desejo a todas vocês boas amizades, um bom Natal e um Ano Novo com tanto amor e paz, que todos os dias serão sempre dias de Natal.

Marcia Brito Mulheres

Procuradora Federal, Psicanalista e Palestrante. Pós-graduada em Filosofia e Economia Comportamental, possui vários cursos concluídos no Brasil e Exterior sobre Psicoeconomia, Finanças Pessoais, Gestão do Tempo e Relacionamentos Interpessoais.

Autora de uma série de livros digitais sobre organização financeira, busca educar e inspirar mulheres a adquirir autonomia financeira e emocional.

 

Lançamento do Livro “Mulheres Inspiram Mulheres volume 2”

É com imenso orgulho e emoção que anunciamos o lançamento de uma obra literária profundamente inspiradora: “Mulheres Inspiram Mulheres volume 2”. Este livro, uma continuação do nosso compromisso em empoderar e celebrar a força feminina, chega para marcar um momento significativo na literatura e na representatividade feminina.

Organizado pela visionária Flávia Salim e apoiado pelo Movimento Inspira Mulheres e Club Movimento, este segundo volume transcende uma simples coletânea de histórias. É um mosaico de 15 narrativas poderosas e resilientes, escritas por mulheres de diversas idades, origens e profissões. Cada página resgata o poder da experiência feminina, destacando sua complexidade, beleza e, acima de tudo, sua capacidade de inspirar e transformar.

“Nossa jornada está prestes a ganhar vida de uma forma tangível”, destaca a editora. “Cada história é como um sopro de ar fresco para a alma, e estamos ansiosas para compartilhá-las com o mundo”.

O livro não é apenas uma publicação, mas um manifesto de vida, luta e sororidade. Ele representa a força, a resiliência e a determinação inabalável das mulheres, desafiando estereótipos e construindo uma imagem feminina profunda e autêntica.

O lançamento oficial acontecerá no dia 4 de dezembro, às 18 horas, na Livraria Travessa do Shopping Villa Lobos. Convidamos todos a se juntarem a nós nesta celebração inesquecível da força feminina, onde a ousadia e a determinação se mostram imparáveis.

Além de ser uma leitura inspiradora, “Mulheres Inspiram Mulheres volume 2” é uma homenagem a todas as mulheres que, ao longo das 27 histórias já compartilhadas em nossos livros, tornaram-se escritoras e fontes de inspiração, muitas das quais nunca imaginaram que pudessem alcançar tal feito.

Junte-se a nós nesta jornada de inspiração e transformação. Juntas, somos, de fato, ousadas, destemidas e imparáveis.

Data: 04.12.2023

Horário: 18h00

Local: Livraria da Travessa – Shopping Villa Lobos

Preparando-se para 2024!

À medida que nos aproximamos do final do ano, começamos a refletir sobre nossas conquistas, desafios superados e, principalmente, no que queremos para o futuro.

Estabelecer metas para o próximo ano é uma prática valiosa que nos guia na jornada do autodesenvolvimento, e por isso, aqui estão algumas dicas para te ajudar a iniciar esse processo reflexivo e construir metas significativas:

1 – Reflexão profunda
Reserve um tempo para refletir sobre as realizações e aprendizados deste ano. Pergunte a si mesma o que foi significativo, o que você gostaria de ter feito diferente e quais áreas da sua vida demandam mais atenção.

2 – Metas alinhadas com valores
Considere seus valores fundamentais. Suas metas devem estar alinhadas com o que é mais importante para você. Isso garante que suas realizações tragam não apenas sucesso, mas também satisfação pessoal.

3 – Equilíbrio entre vida pessoal e profissional
Lembre-se de incluir metas que abranjam todas as áreas da sua vida, desde a profissional até a pessoal e a saúde mental. Um equilíbrio saudável entre esses aspectos contribui para uma vida plena.

4 – Celebre as pequenas vitórias
Ao estabelecer metas, lembre-se de que cada passo em direção ao seu objetivo é uma vitória. Celebre as pequenas conquistas, pois elas são os degraus que levam ao sucesso final.

5 – Plano de ação
Desenvolva um plano de ação realista para cada meta. Identifique os passos necessários e estabeleça prazos. Isso transforma suas metas em ações concretas.

Ao começar a delinear suas metas para o próximo ano, lembre-se de que o processo é tão importante quanto os resultados. A jornada de crescimento pessoal é contínua, e estabelecer metas significativas é o primeiro passo para um ano cheio de realizações.

Vamos iniciar essa jornada juntas!

Prepare-se para o fim de ano com uma contabilidade organizada!

O final do ano é um período agitado, repleto de desafios e oportunidades, especialmente quando se trata da gestão financeira de seu negócio. Para garantir que sua empresa esteja pronta para enfrentar os desafios fiscais e contábeis dessa temporada, a LR Assessoria oferece serviços especializados que fazem toda a diferença.

Veja abaixo:

1 – Escrituração fiscal eficiente
No corre-corre das festas de fim de ano, a escrituração fiscal pode se tornar uma tarefa complexa. A LR Assessoria garante uma gestão fiscal eficiente, cuidando da escrituração de livros fiscais, elaboração de impostos, e declarações de imposto de renda dos sócios.

2 – Contabilidade abrangente
Com a LR Assessoria, sua empresa pode contar com uma contabilidade abrangente. Desde balanços anuais até a elaboração de declarações de imposto de renda, a equipe especializada cuida de todos os detalhes para que você possa focar no crescimento do seu negócio.

3 – Gestão trabalhista simplificada
O final do ano, muitas vezes, envolve questões trabalhistas, como 13º salário e férias. A LR Assessoria simplifica a gestão trabalhista, cuidando das rotinas de admissão, demissão, cálculo da folha de pagamento, e demais obrigações, para que você mantenha a conformidade e a tranquilidade.

4 – Para-legal descomplicada
A LR Assessoria vai além, oferecendo serviços da área para-legal que incluem a constituição, alteração e cancelamento de empresas, regularização e parcelamento de impostos e débitos, e emissão de certidões. Tudo para que sua empresa esteja legalmente sólida.

Neste fim de ano, permita que a LR Assessoria cuide dos aspectos contábeis do seu negócio, proporcionando a você a tranquilidade necessária para celebrar e planejar o futuro. Com serviços confiáveis e uma equipe dedicada, a LR Assessoria está pronta para ser sua parceira na jornada empresarial.

Saiba mais em https://bit.ly/LRassessoria. O sucesso do seu negócio começa aqui!

Amor Autêntico: a necessidade de se amar antes de amar os outros!

Em um mundo repleto de conexões, a verdadeira essência do amor começa por nós mesmas. Antes de nos entregarmos aos relacionamentos amorosos, é essencial mergulhar na jornada interior, aprender a nos amar e reconhecer que a autenticidade desse amor próprio é o alicerce para conexões mais profundas com os outros.

Pensando nisso, separamos alguns tópicos importantes para essa grande jornada do amor próprio.

Descobrindo o amor interior:
Antes de compartilhar nosso amor com alguém, precisamos primeiro descobri-lo dentro de nós. A jornada para o autoamor é uma exploração corajosa de quem somos, independentemente das expectativas externas.

Priorizando a relação consigo mesmo:
Amar a si mesmo não é um ato de egoísmo, mas sim uma necessidade essencial para construir relacionamentos saudáveis. Priorizar a relação consigo mesmo estabelece um padrão de respeito próprio que transcende para os outros aspectos da vida.

Equilibrando o doar e o receber: 
Em relacionamentos, a capacidade de dar e receber é crucial. Aprender a equilibrar o cuidado pelos outros com o autocuidado é um aspecto vital do amor próprio, construindo a base para relações equilibradas.

Ao nos dedicarmos à nossa própria jornada interior, estabelecemos as bases para relacionamentos amorosos que são enriquecedores, autênticos e, acima de tudo, sustentados pelo poder do amor que cultivamos dentro de nós mesmos.

Você tem priorizado o amor a si mesma? Conte a sua experiência na legenda.

Ainda dá tempo: Como tornar os últimos dias de 2023 os MELHORES DO ANO!

Chegamos quase ao fim do ano, mas isso não significa que não podemos fazer os últimos dias valerem a pena. Seja qual for o motivo pelo qual o ano não se desdobrou como planejado, há maneiras de tirar proveito do tempo restante e garantir que termine em uma nota positiva.

1. Reflexão e Ajuste de Metas:
Tire um momento para refletir sobre as metas estabelecidas no início do ano. O que foi alcançado? O que pode ser ajustado? Defina metas realistas e alcançáveis para os próximos meses.

2. Celebre as Conquistas:
Mesmo as pequenas vitórias merecem celebração. Faça uma lista das conquistas ao longo do ano, por menores que sejam. Isso ajuda a cultivar um mindset positivo.

*3. Desapego do que Não Serve:
Identifique o que não está contribuindo para o seu crescimento ou felicidade e permita-se liberar. Isso pode incluir projetos, relacionamentos ou hábitos que não agregam valor.

4. Prática da Gratidão:
Cultive uma mentalidade de gratidão, reconhecendo as coisas boas que aconteceram ao longo do ano. Anotar diariamente momentos pelos quais você é grato pode transformar sua perspectiva.

5. Foco na Saúde Mental:
Dê atenção à sua saúde mental. Se necessário, procure apoio profissional. Cuidar da mente é crucial para enfrentar desafios e iniciar o próximo ano com energia renovada.

Não importa como começou o ano, é possível encerrá-lo com gratidão, aprendizado e otimismo. Ainda há tempo para fazer deste ano algo significativo, construindo as bases para um novo ciclo cheio de promessas e realizações.

Separação e filhos pequenos: como lidar da melhor forma!

A decisão de se separar quando há filhos pequenos envolvidos é uma jornada emocionalmente desafiadora, onde o cuidado e a sensibilidade tornam-se imperativos. Reconhecer o impacto dessa transição nas crianças é crucial para criar um ambiente que promova seu bem-estar.

Aqui estão algumas dicas para navegar por esse momento delicado:

1. Comunicação Aberta:
Manter uma comunicação aberta e honesta com seus filhos é essencial. A linguagem utilizada deve ser adequada à idade, proporcionando-lhes uma compreensão clara, sem criar ansiedade desnecessária.

2. Estabilidade e Rotina:
Em meio às mudanças, a estabilidade é fundamental. Tente manter as rotinas diárias o mais consistentes possível. Isso proporciona uma sensação de segurança aos seus filhos em um período de incerteza.

3. Cooperação Entre os Pais:
Priorize uma cooperação respeitosa com o  pai. Demonstrar unidade em relação às necessidades e ao bem-estar dos filhos ajuda a criar um ambiente mais harmonioso.

4. Profissional de Apoio:
Considere a possibilidade de envolver um profissional, como um psicólogo infantil, para fornecer orientação emocional tanto para os pais quanto para as crianças durante essa fase de transição.

5. Evite Conflitos Visíveis:
Reduza ao máximo conflitos visíveis entre os pais na presença das crianças. Isso minimiza o estresse e a confusão que podem surgir ao testemunhar disputas.

Lidar com uma separação quando há filhos pequenos requer empatia, paciência e um compromisso contínuo com o bem-estar da família. Ao seguir essas dicas, você pode construir uma base sólida para uma transição mais suave, ajudando seus filhos a compreender e aceitar as mudanças em suas vidas.

Uma mulher equilibrada emocional e financeiramente!

Muitas vezes, uma mulher que deseja e busca ser equilibrada emocional e financeiramente será chamada de louca. Principalmente se decidir, em algum ponto de sua vida, transformá-la totalmente.

Será chamada de louca por alguns que, na verdade, estarão assustados com a vontade dessa mulher em mudar, revolucionar e tornar-se melhor. Ela decidirá fazer análise pessoal porque não está contente com muitas coisas, porém, sozinha, não consegue encontrar exatamente o que, onde e por qual motivo incomoda.

Iniciará o resgate de sua autonomia financeira, tentando ter seu próprio dinheiro, mesmo que não esteja trabalhando. Ela reivindicará uma parte dos ganhos do marido para remunerar sua autonomia (e tem todo direito sobre isso, pois trabalha muito sendo a mentora, motorista e acompanhante dos filhos).

Toda louca busca ter autonomia e independência emocional e financeira que garanta seu bem-estar, presente e futuro. Ela sonha alto e busca formas de realizar seus sonhos. Essa mulher é tão forte que move montanhas. Move rochedos pela saúde e felicidade dos filhos, dos pais, dos parceiros e de muitos outros. Um dia resolve mover rochedos por si própria, pelos seus desejos, pelas suas insatisfações, por seu “eu” que é único e só ela pode alimentar com esperanças e alegrias.

Photo relaxing really lifts the spirits shot of an attractive mature woman relaxing on the sofa at home

Assim, olhando para dentro e fora de si, começará a se cuidar mais fisicamente e emocionalmente; organizará de algum modo suas finanças para que possa adquirir o que deseja e realizar sonhos que lhe trarão alegrias como viagens e grandes momentos; entenderá a necessidade de garantir um futuro financeiro seguro para que possa manter a si e a seus sonhos, com independência e autonomia. Ela pode desejar, por exemplo, aos 80 anos e ainda jovem, passar 15 dias em Paris com a melhor amiga.

Depois de passados os momentos turbulentos da reforma interna e externa, apesar de escutar de alguns “está louca e precisa se tratar”, ela se tornou uma Mulher Encantadoramente Equilibrada.

A encantadoramente equilibrada consegue fazer uma organização financeira para que possa adquirir coisas belas e úteis, bons cremes, terapia e cabelos em dia. Sabe que a paz emocional anda de mãos dadas com a paz financeira e como não lhe basta mais viver de aparências, deseja de verdade viver isso no seu mundo interior. Portanto, mais do que fazer bem e aparentar estar bem nestes dois quesitos, fará questão de estar bem internamente, sendo uma mulher verdadeira e absoluta. Aliás, nessa fase, ela não precisará provar mais nada para ninguém!

Marcia Brito Mulheres

Procuradora Federal, Psicanalista e Palestrante. Pós-graduada em Filosofia e Economia Comportamental, possui vários cursos concluídos no Brasil e Exterior sobre Psicoeconomia, Finanças Pessoais, Gestão do Tempo e Relacionamentos Interpessoais.

Autora de uma série de livros digitais sobre organização financeira, busca educar e inspirar mulheres a adquirir autonomia financeira e emocional.

 

Sexo, em nossa sociedade, há tempos não é mais tabu. Dinheiro ainda é!

Está no passado aquele constrangimento causado pelo tabu do sexo, em que mulheres eram mantidas cercadas e aprisionadas. Conversas sobre sexualidade não faziam parte das famílias e meninas, então, não tinham nenhum espaço para fazerem brincadeiras ou se manifestarem sobre o assunto. Que bom que ficou para trás todo esse modelo discriminatório.

Sexo e dinheiro são coisas vitais, pois, trazem vida e realizações pessoais. Porém, ainda hoje, falar sobre dinheiro causa constrangimento para muitas mulheres. Algumas entendem que trazer esse assunto em conversas com o namorado ou marido pode passar a impressão de que são interesseiras, mas, longe disso, preocupar-se com seu futuro financeiro é sinal de inteligência e autonomia.

Muito comum ver um grupo de amigas conversando sobre muitas coisas, menos dinheiro. Por que? É que não fomos criadas sócio e culturalmente de forma a cuidarmos de dinheiro e, portanto, ainda temos amarras nesse setor. Setenta por cento de todo o dinheiro existente no mundo encontra-se em contas bancárias masculinas.

Photo brazilian 50 and 100 reais banknotes

É urgente mulheres falarem e se interessarem pelo seu futuro financeiro. Pesquisas mostram que em cada quatro pessoas idosas pobres na velhice, três são mulheres. Dados do IBGE apontam que, em cada três casamentos, um termina em divórcio no Brasil. O patamar financeiro de uma mulher que se divorcia cai mais de 60 por cento. É comum mulheres sofrerem infidelidade financeira no casamento, ou seja, não possuírem um casamento transparente no setor financeiro. Aliado a tudo isso, sabemos que as mulheres se cuidam mais. Cuidam da saúde, fazem mais terapia, comem de forma mais saudável e, como consequência, vivem em torno de sete anos a mais do que os homens.

Por tudo isso é que toda mulher necessita ter autonomia financeira. Significa dizer que, mesmo aquelas que não trabalham porque optaram por cuidar dos filhos em dado momento de suas vidas, devem ter a coragem de falar sobre dinheiro em seus relacionamentos e colocarem na mesa de forma aberta exatamente como se sentem e o que desejam.

Saber sobre as finanças da família e cercar-se de segurança para seu futuro fará com que uma mulher tenha muito mais tranquilidade e, portanto, saúde emocional, pois, não há como ter saúde emocional sem saúde financeira.

Exploraremos mais o assunto saúde emocional e financeira nos próximos posts, de forma leve e descontraída, para que esse assunto passe a interessar cada vez mais mulheres.  Até breve!

Marcia Brito Mulheres

Procuradora Federal, Psicanalista e Palestrante. Pós-graduada em Filosofia e Economia Comportamental, possui vários cursos concluídos no Brasil e Exterior sobre Psicoeconomia, Finanças Pessoais, Gestão do Tempo e Relacionamentos Interpessoais.

Autora de uma série de livros digitais sobre organização financeira, busca educar e inspirar mulheres a adquirir autonomia financeira e emocional.

 

5 práticas de autocuidado para dias estressantes!

Cuidar de si mesmo é crucial, especialmente naqueles dias desafiadores em que o estresse parece não ter fim. E nessas situações, nada melhor do que praticar o autocuidado para recarregar as energias, encontrar equilíbrio e recuperar o senso de bem-estar.

Pensando nisso, separamos 05 práticas de autocuidado para recorrer quando você estiver enfrentando um dia daqueles:

1. Respiração Profunda e Meditação:
Comece tirando alguns momentos para respirar profundamente. Feche os olhos e concentre-se na sua respiração. Você também pode experimentar aplicativos de meditação ou sessões guiadas para acalmar a mente e reduzir o estresse.

2. Mova Seu Corpo:
A atividade física é um poderoso alívio do estresse. Seja uma caminhada rápida, uma sessão de ioga ou um treino curto, isso libera endorfinas e melhora o seu humor.

3. Desconecte-se da Tecnologia:
Notificações constantes e telas podem contribuir para o estresse. Considere um detox digital desligando seus dispositivos ou definindo horários específicos para verificar e-mails e redes sociais.

4. Mantenha-se Hidratado e Coma Bem:
Nutrição adequada e hidratação são essenciais para o bem-estar físico e mental. Beba água suficiente e escolha refeições equilibradas para manter seus níveis de energia estáveis.

5. Tenha uma Boa Noite de Sono:
Um sono adequado é crucial para o gerenciamento do estresse. Priorize uma rotina de sono que promova um descanso tranquilo, incluindo desligar dispositivos uma hora antes de dormir.

O autocuidado não é um luxo; é uma necessidade, especialmente em dias estressantes. Ao incorporar essas práticas de autocuidado em sua rotina, você pode gerenciar melhor o estresse, melhorar seu bem-estar geral e enfrentar momentos desafiadores.

Lembre-se de que cuidar de si mesmo é uma parte essencial de viver uma vida equilibrada.

5 filmes para aproveitar bem esta sexta-feira!

Que tal aproveitar essa emenda de feriado para assistir a um bom filme? Ou, caso você trabalhe hoje, poder relaxar durante o fim de semana?

Pensando nisso, separamos uma lista com 5 filmes disponíveis em várias plataformas de streaming, perfeitos para você se emocionar, rir, e se inspirar.

Veja abaixo:

1. A Teoria de Tudo

A teoria de tudo | Indicação de filme - Pós-Graduação em Taubaté | NEA  Cursos(Disponível no Amazon Prime Video)

Este filme retrata a vida do renomado físico Stephen Hawking e seu relacionamento com sua esposa Jane. É uma história emocionante de amor, perseverança e superação.

2. Julie & Julia

Julie & Julia - Movies on Google Play
(Disponível na Netflix)

Uma história real sobre duas mulheres, uma blogueira culinária contemporânea e a famosa chef Julia Child, interpretada por Meryl Streep. É uma celebração da paixão pela comida e pela vida.

3. Dama de Ferro

A Dama de Ferro - Cenas de Cinema -(Disponível no Amazon Prime Video)

Este filme conta a história de Margaret Thatcher, a primeira mulher a ocupar o cargo de Primeira-Ministra do Reino Unido. Meryl Streep desempenha o papel principal com maestria.

4. A 100 Passos de um Sonho

Sessão da Tarde apresenta A 100 Passos de um Sonho nesta segunda(Disponível na Netflix)

Uma história sobre comida, cultura e família, este filme narra a jornada de um jovem indiano que se muda para a França e abre um restaurante indiano do outro lado da rua de um restaurante estrelado pelo Michelin.

5 – Água para Elefantes

FILME] Água para Elefantes (Water for Elephants), 2011 - Tudo que motiva(Disponível no Amazon Prime Video)

Uma história de amor que se desenrola em um circo durante a Grande Depressão. Estrelado por Reese Witherspoon e Robert Pattinson, este filme é uma emocionante viagem no tempo.

Gostou das nossas sugestões? Já assistiu alguma? Comente abaixo para sabermos!

Quando o direito real de habitação não está assegurado?

A finalidade do direito real de habitação é assegurar que o viúvo ou viúva permaneça no imóvel onde residia com a falecida ou falecido, até o fim da sua vida, garantindo-lhe uma moradia digna, mas esse direito é personalíssimo, ou seja, não pode ser transferido a terceiros.

Para o Superior Tribunal de Justiça -STJ, o direito real de habitação deve ser conferido ao cônjuge/companheiro sobrevivente não apenas quando houver descendentes comuns, mas também quando concorrerem à herança filhos exclusivos do falecido, ou seja, mesmo que o casal não tenha filhos, ele é assegurado, conforme decidido no REsp 1.134.387, e esse direito não precisa ser inscrito no cartório de registro de imóveis para produzir efeitos.

Com a promulgação do Código Civil de 2003, houve dúvida dos tribunais brasileiros sobre a manutenção do direito real de habitação para os companheiros sobreviventes, mas o STJ entendeu que a eles, o instituto se aplica.

O cônjuge ou companheiro sobrevivente pode assegurar seu direito real de habitação, inclusive, através de ações possessórias e a viúva/viúvo terá direito a ele mesmo que possua outros imóveis, bastando que o imóvel destinado à residência do casal seja o único daquela natureza a inventariar.

O direito real de habitação tem caráter gratuito, por isso os herdeiros não podem exigir qualquer tipo de pagamento do cônjuge ou companheiro sobrevivente pelo uso do imóvel, nem a extinção do condomínio, ou a venda do bem enquanto perdurar esse direito.

Por fim, apesar da relevância desse direito de moradia, na hipótese de o casal residir em imóvel que seja da propriedade de terceiros, ou haja copropriedade do falecido com outra pessoa, não há que se falar em direito real de habitação, pois ele afrontaria o direito de propriedade dos demais condôminos. Essa foi a decisão do STJ ao entender que na hipótese de copropriedade anterior ao óbito, não se pode falar em direito real de habitação ao cônjuge ou ao companheiro sobrevivente.

Diante dessa decisão do STJ, quando um casal reside em imóvel de titularidade de terceiros, como dos filhos da mulher, e ela vem a falecer, o viúvo poderá ser retirado do imóvel, inclusive, utilizando-se de ações possessórias, já que não haverá o direito real de habitação. Em situações como a descrita, o meio mais eficiente de dar ao casal uma segurança de que o cônjuge/companheiro sobrevivente será mantido no imóvel é através da instituição de usufruto vitalício a ambos, assim, quando um deles vier a morrer, o outro terá assegurado o direito de ali morar até o fim da sua vida.

Tânia Nigri

Tânia Nigri é advogada, psicanalista e autora dos livros “sem juridiquês”: União Estável, Herança, Contrato de Namoro, Divórcio e Pensão Alimentícia.

Siga no Instagram: @tania.nigri

O que é a mediação?

A mediação é um processo voluntário, que oferece às pessoas que vivem um conflito, a oportunidade e meios adequados para buscar a solução que melhor atenda a todos os envolvidos.

Nela, todos podem expor seus pensamentos, sentimentos e medos. De forma cooperativa e construtiva, a finalidade é buscar o consenso. Assim, o objetivo da mediação é estabelecer o diálogo através da escuta ativa, validar os sentimentos e oportunizar um ambiente seguro e receptivo, que ajude a construir um acordo e atender aos interesses e necessidades dos envolvidos.

A solução da mediação é o acordo.

Através do acordo é encontrada a melhor solução para qualquer problema, pois é realizado em cooperação das partes interessadas. A grande vantagem de construir um acordo é que ele é realizado pelos seus próprios interessados, e não por um terceiro. Ainda, com ele todos ganham! Não há vencidos, não há que se falar em recursos e execuções. O acordo pode ser realizado antes ou durante um processo judicial.

Free photo businesswomen shaking hands at work

O acordo é mediado por um ou mais mediadores, que é um profissional imparcial, isto é, assim como o juiz de direito, ele não pode defender alguma das partes. Ainda, tudo o que for discutido na sessão de mediação é sigiloso.

A mediação visa resgatar o respeito e restaurar a harmonia entre as pessoas. Nesse sentido e, a fim de facilitar a reunião dos envolvidos, é possível realizá-la de modo virtual, em um procedimento muito semelhante ao presencial. No entanto, as partes não precisam sair de suas casas ou trabalhos para resolver os conflitos.

As sessões de mediação online devem ser gravadas e mantidas em arquivo para resguardar o princípio da confidencialidade. O acordo realizado no meio virtual terá a mesma validade do presencial.

A justiça brasileira está cada vez mais se modernizando e fomentando os métodos alternativos de solução de conflitos, por se tratar de procedimentos rápidos, seguros e econômicos.

Marina Lettière 

Advogada e mediadora de conflitos. Durante muitos anos atuou na área trabalhista e familiar. Há 10 anos é mediadora, já atuou no Tribunal Regional Federal de SP, e há 7 anos é mediadora no CEJUSC do Tribunal de Justiça de Santo Amaro – São Paulo, e é sócia da MARC Mediação.

Filiação socioafetiva – Você sabe o que é isso?

A filiação socioafetiva é um conceito jurídico que reconhece o vínculo de parentesco que não deriva de laços sanguíneos, mas sim de uma relação de afeto, cuidado e amor. Essa relação pode existir, por exemplo, entre pais e filhos que não tenham nenhuma ligação biológica.

Nesse tipo de filiação, o que importa é a construção do vínculo afetivo e a vontade de estabelecer um relacionamento parental. Ela é frequentemente reconhecida nos casos em que o vínculo de parentalidade é construído ao longo do tempo. Este conceito é muito importante, pois reconhece legalmente a importância e a validade das relações de parentesco que são baseadas no afeto e no cuidado, e não apenas na genética.

Recentemente, a mídia divulgou que, com a concordância de todos os filhos de Pelé, Gemima Lemos MacMahon, enteada do rei, foi declarada pelo Poder Judiciário como sua filha socioafetiva. A menina é filha de Assíria Nascimento, com quem Pelé se casou em 1994, permanecendo juntos por mais de uma década, ocasião em que a menina era tratada pelo rei, como sua filha, tendo idêntico tratamento àquele dado aos gêmeos Joshua e Celeste, irmãos de Gemima e filhos biológicos de Pelé e Assíria.

Após a morte de Pelé, a moça requereu judicialmente seu reconhecimento como filha socioafetiva, a fim de ser considerada herdeira, o que contou com a concordância imediata dos irmãos e da viúva Márcia Aoki, com quem Pelé começou a namorar em 2010 e se casou em 2016.

Diante das provas dos autos e da concordância de todos os herdeiros, o juiz homologou o reconhecimento do pedido feito por Gemima, passando ela à condição de filha socioafetiva e herdeira dos bens do rei.

Tânia Nigri

Tânia Nigri é advogada, psicanalista e autora dos livros “sem juridiquês”: União Estável, Herança, Contrato de Namoro, Divórcio e Pensão Alimentícia.

Siga no Instagram: @tania.nigri

Como conciliar locação de Airbnbn em condomínio?

A locação de imóveis sempre foi uma forma de investimento, manutenção de renda e segurança para a vida financeira. Com o “boom” imobiliário, ofertas de apartamentos pequenos tipo Studio e, sem dúvida, surgimento dos aplicativos de aluguel, alugar um imóvel nunca foi tão fácil e rápido.

Antes de tudo, cabe destacar que a propriedade privada é um direito fundamental, assim como utilizá-la de acordo com a sua função social, também. Essa pequena frase já é suficiente para nos fazer ponderar sobre o assunto em questão: locação de curta temporada por aplicativos.

Mas, o que significa locação por curta temporada? Pois bem, a Lei n 8.245/1991, também chamada de Lei do Inquilinato dispõe que locação por temporada é aquela contratada por  prazo não superior a 90 dias. Esta legislação não prevê curta temporada, mas em geral entende-se como aquelas locações de poucos dias, semelhantes às reservas de hotéis.

Diversos condomínios residenciais têm debatido essa questão em assembleias, entre condôminos em geral e administradores condominiais, e muitas vezes sem chegar a uma  conclusão.

Se, por um lado assistimos essa revolução tecnológica e maior rentabilidade de imóveis nas locações, por outro lado é necessário manter e/ou rever os conceitos de segurança, razoabilidade, coletividade, respeito ao sossego e à saúde dos vizinhos. O condomínio que aceita essa locação deve ter regras e procedimentos rígidos para assegurar o bem-estar de todos os que ali habitam, seja por um dia ou por décadas.

Infelizmente o conceito de boa educação não é um consenso na nossa sociedade e é comum que inquilinos de aplicativos, geralmente de férias ou a lazer, extrapolarem os limites de barulho, salubridade, respeito e até mesmo se utilizem daquela locação para fim inapropriado ou ilícito.

As convenções condominiais geralmente não tratam do assunto, tampouco os regimentos internos dos edifícios anteriores a essa tecnologia. E agora, como resolver esse problema?

Sempre é tempo para o condomínio deliberar sobre quaisquer assuntos de interesse comum. O primeiro passo para decidir se em determinado prédio residencial é possível fazer locações por aplicativos é a realização de uma assembleia extraordinária com o fim específico de decidir o tema.

A Justiça brasileira não pacificou jurisprudência neste assunto. A melhor maneira de decidir sobre os assuntos do seu interesse é sendo protagonista das decisões. Assim, a mediação se torna um procedimento muito eficaz, pois permite o ouvir e debater com todos os condôminos e encontrar o consenso do que é melhor para todos.

A mediação proporciona um ambiente acolhedor para discutir com respeito as ideias, interesses, medos e, no tempo que for necessário para cada caso, definir a melhor regra.

Marina Lettière 

Advogada e mediadora de conflitos. Durante muitos anos atuou na área trabalhista e familiar. Há 10 anos é mediadora, já atuou no Tribunal Regional Federal de SP, e há 7 anos é mediadora no CEJUSC do Tribunal de Justiça de Santo Amaro – São Paulo, e é sócia da MARC Mediação.

 

O poder das experiências – Surpreenda, encante e faça a diferença!

Prepare-se para ser inspirada! Chegou o lançamento do livro “O Poder das Experiências – Surpreenda, Encante e Faça a Diferença”, uma obra enriquecedora que reúne histórias de sucesso, estratégias e inspirações de 25 mulheres empreendedoras, incluindo a Vanessa Palazzi.

Organizado pela Editora BOC – Books of Citizens, o livro é uma iniciativa emocionante que promete transformar vidas e será lançado hoje, dia 13 de julho, às 18 horas, na Livraria da Travessa, no Shopping Iguatemi. Com 23 capítulos, prefácio e posfácio, essa obra escrita por mulheres maduras é uma fonte de motivação para quem busca triunfar no mundo dos negócios.

No livro, essas talentosas coautoras, coordenadoras e a prefacista compartilham suas experiências, estratégias e histórias inspiradoras em 244 páginas. Elas falam sobre eventos, segredos, superações e, principalmente, sobre fé. Com uma linguagem clara e acessível, “O Poder das Experiências” se torna uma fonte de inspiração para empreendedoras que desejam alcançar sucesso pessoal e profissional, além de oferecer dicas valiosas sobre como surpreender, encantar e fazer a diferença na vida dos clientes.

Da esquerda para direita: JULIANA TELES, Fundadora da Egrégora (uma agência de criação de experiências), ROBERTA CHAVES (meio), Fundadora da Editora BOC (livros e jogos) e DEISE MIRÉIA, Fundadora da DM Comunicação e Arquitetura (soluções criativas para melhorar a imagem dos negócios).

O objetivo da obra é compartilhar as experiências daquelas que perseveraram tanto na vida pessoal quanto nos negócios, captaram clientes e se tornaram líderes em suas áreas, protagonistas de suas próprias histórias.

Com 25 escritoras de diferentes regiões do Brasil e do mundo, o livro traz uma diversidade cultural tanto na escrita quanto nas vivências compartilhadas. Além disso, as coautoras são provenientes de diversos segmentos e profissões, como eventos, alimentação, agências, visagismo, arquitetura e dermatologia, proporcionando uma leitura rica em tópicos como liderança, gestão, inovação e equilíbrio entre trabalho e vida pessoal.

Um livro escrito por mulheres maduras com histórias inspiradoras se torna uma poderosa ferramenta de transformação e um exemplo para outras pessoas que possuem seus próprios negócios. Escrever um livro é deixar um legado, contar uma história e, por meio dela, transformar vidas. Uma simples frase pode ser a chave que muda a vida de alguém, seja por meio de um livro, um curso ou uma conversa.

Venha conhecer as histórias inspiradoras do livro “O Poder das Experiências” e embarque nessa jornada de sucesso e superação ao lado de mulheres maduras empreendedoras.

Sobre a Editora BOC

 Fundada em 2019 e localizada no tradicional bairro da Mooca em São Paulo, a Editora BOC – Books of Citizens, iniciou com uma linha de jogos em inglês. Em 2022, agregou o lançamento de livros. A BOC tem o propósito de dar voz a profissionais de diferentes áreas e transformar vidas. São 20 lançamentos de livros até junho de 2023, com outros 22 em desenvolvimento, dentre eles, livros solo, de coautoria e infantis.

Mais informações sobre a editora BOC, acesse www.editoraboc.com.br.

Mediação para Autorização de Viagem dos Filhos

Nesta época do ano é natural que os pais se programem para tirar alguns dias de férias com os seus filhos, que necessitam de autorização do pai ou mãe, quando não os acompanhar.

A autorização é imprescindível para viagem dos menores de 18 anos desacompanhados do pai ou mãe em viagem internacional, caso em que é necessária a autorização daquele que não estará na viagem. De acordo com o CNJ, é necessário preencher 2 vias para cada filho e a assinatura do pai ou da mãe deve ter firma reconhecida em cartório.

Em se tratando de viagens nacionais, é necessária a autorização para os menores de 16 anos, salvo se acompanhados de um dos pais, avós, tios ou bisavós, desde que comprovado documentalmente o parentesco. Já os adolescentes entre 16 e 18 anos de idade não precisam de qualquer autorização para viajar desacompanhados dentro do território nacional, desde que estejam portando documento original de identificação com foto.

Contudo, para que esse documento seja tão simples quanto parece, é necessário o bom diálogo entre os pais ou tutores da criança. É comum que os problemas pessoais ou mal resolvidos dos adultos interfiram no bem-estar dos filhos. Nessa situação, é importante deixar de lado os interesses individuais e pensar no melhor para a criança.

A falta de autorização ou o não cumprimento de alguma formalidade, pode acarretar a perda da viagem e prejuízo financeiro e moral muito grande. Por essa razão, é importante solucionar os problemas, a fim de manter um ambiente saudável, especialmente do ponto de vista emocional. Pai e mãe continuam presentes na vida dos filhos, mantendo a função parental de forma igualitária.

A mediação permite aos interessados serem os protagonistas de seu destino, decidindo o desfecho da situação, principalmente em relação aos filhos. O mediador facilita o diálogo, sintetiza os pontos controversos, dá contorno à conversa, mas sem criar definições ou julgamentos.

Quanto mais os filhos, principalmente crianças e adolescentes, conviverem de forma saudável e em harmonia com pai e mãe, melhor é seu desenvolvimento psíquico e emocional.

Independentemente do tipo de guarda e regime de vistas definida, o poder familiar não deixa de existir. A relação parental é eterna e a melhor forma de viver e conviver com essa ligação é através do diálogo, boa-fé, empatia e autorresponsabilidade.

Por fim, é importante notar que muitas vezes os filhos espelham as atitudes de seus pais e mães, e toda experiência vivida será refletida em sua vida adulta, sejam elas as traumáticas ou prazerosas. Por essa razão, a mediação é o procedimento indicado para decidir questões que vão além dos interesses dos pais, prezando sempre pela integridade emocional dos filhos.

Marina Lettière 

Advogada e mediadora de conflitos. Durante muitos anos atuou na área trabalhista e familiar. Há 10 anos é mediadora, já atuou no Tribunal Regional Federal de SP, e há 7 anos é mediadora no CEJUSC do Tribunal de Justiça de Santo Amaro – São Paulo, e é sócia da MARC Mediação.

Mediação para prevenir conflitos nas empresas

Os gestores de empresas percebem, cada vez mais, que as pessoas são seus maiores ativos. Sendo assim, é imprescindível compreender como pensamos, sentimos e agimos diante dos relacionamentos interpessoais, o que impacta diretamente na produção e resultado.

Gerenciar pessoas significa evitar e gerir conflito, o que envolve um leque de ações, começando pela mais importante: o diálogo e a construção do consenso. A boa comunicação permite equilíbrio e transformação positiva.

É natural que nas relações pessoais haja desentendimentos, fofocas, mal entendidos e, tudo isso, resulta em improdutividade e conflitos no mundo corporativo.

Conflitos mal administrados podem tomar grandes proporções e desmotivar as pessoas, chegando ao adoecimento, acidentes e processos trabalhistas. Contudo, é possível reduzir e lidar positivamente com conflitos, a fim de promover o desenvolvimento das pessoas e equipes para a empresa crescer de forma sustentável.

Nesse sentido, a MEDIAÇÃO é uma ótima ferramenta para gerir e solucionar conflitos, pois objetiva a harmonia das equipe e fortalece a cultura da organização. A facilidade da comunicação cria a cultura da confiança e todos podem colaborar e cooperar para o bem estar da empresa como um todo.

A mediação pode ser antes ou depois de um conflito instalado. Hoje vamos abordar a mediação preventiva no âmbito empresarial.

Nesse sentido, é aplicada a escuta ativa e diálogo das necessidades e interesses que estejam em confronto para buscar soluções que atendam com eficácia todos os envolvidos e, assim, resultar na satisfação das pessoas e empresa como um todo.

Desta forma, a mediação previne não só os conflitos, como o escalonamento destes. A administração positiva promove mudanças positivas e soluções adequadas. É possível desenhar um procedimento de administração e tratamento dos conflitos da forma que mais se adeque àquela determinada empresa, considerando todos os níveis de complexidade.

Os conflitos ou a prevenção deles, são mediadas por um terceiro capacitado e imparcial, que pode fazer parte dos recursos humanos, ser um mediador externo ou pela contratação de uma câmara de mediação credenciada no Tribunal de Justiça.

Marina Lettière 

Advogada e mediadora de conflitos. Durante muitos anos atuou na área trabalhista e familiar. Há 10 anos é mediadora, já atuou no Tribunal Regional Federal de SP, e há 7 anos é mediadora no CEJUSC do Tribunal de Justiça de Santo Amaro – São Paulo, e é sócia da MARC Mediação.

 

Simplifique sua vida empresarial com uma boa contabilidade!

Contar com uma empresa de contabilidade é essencial para o sucesso do seu negócio. Com especialistas cuidando das questões fiscais e contábeis, você garante conformidade legal, reduz riscos e pode focar nas atividades-chave da empresa, enquanto desfruta da tranquilidade de ter profissionais experientes cuidando da saúde financeira do seu empreendimento.
Por isso, aqui no Mulheres de Quarenta Mais contamos com a LR Assessoria. Confira como ela pode te ajudar:
Free photo young concentrated businesswoman in glasses and striped shirt working with papers at home

Serviços Fiscais:
– Escrituração de livros fiscais (entrada, saída, apuração de impostos);
– Elaboração de impostos: PIS/COFINS/SIMPLES/ME/ICMS/IPI/ISS e outros;
– Elaboração de declarações de imposto de renda dos sócios;
– Orientação aos clientes;
– Acompanhamento das fiscalizações.

Serviços Contábeis:
– Balanços anuais;
– Balancetes mensais;
– Livros (diários, razão, Talur);
– Elaboração de declaração de imposto de renda: lucro real, lucro presumido, simples, microempresas, associações/fundações;
– Elaboração de impostos IRP3/CSLL.

Serviços Trabalhistas:
– Rotinas de admissão, demissão, férias, 13° salário, horas extras e outros;
– Elaboração e cálculo da folha de pagamento, recibos e encargos sociais (INSS, FGTS, IRRF e contribuições), RAIS, GFIP e CAGED;
– Orientação aos clientes nas áreas trabalhista e previdenciária;
– Esocial.

Serviços Para-Legais:
– Constituição, alteração e cancelamento de empresas comerciais, prestadores de serviços e associações/fundações;
– Regularização e parcelamento de impostos e débitos federais, estaduais e municipais;
– Regularização e emissão de certidões (federal, INSS, estadual, municipal, FOTS, cartório de protesto, fórum civil, criminal e execuções);
– Execução de processos de alvará de funcionamento, vigilância sanitária e CETESB.

Simplifique sua vida empresarial com a LR Assessoria e concentre-se no que você faz de melhor: realizar seus sonhos e alcançar o sucesso no mundo dos negócios.

Descubra o poder da Barra de Access com um curso especial no Spa da Alma!

Imagine poder desbloquear e liberar energias negativas, proporcionando bem-estar e equilíbrio em sua vida. Isso não seria maravilhoso? Com a Barra de Access é possível.

A Barra de Access é uma terapia energética que trabalha com toques suaves em 32 pontos específicos da cabeça, ativando e liberando padrões limitantes, pensamentos, emoções e crenças que estão armazenados em nosso sistema. É uma forma poderosa de limpar a mente, abrir espaço para novas possibilidades e despertar a consciência.

As pessoas relatam uma melhora na saúde, no sexo e nos relacionamentos, facilidade para dormir, perda de peso, alívio da ansiedade, menos estresse, insônia, irritação, frustração, depressão, vícios, compulsões e a capacidade de deixar hábitos nocivos, contribuindo para uma nova visão de vida.

Mas e se além de simplesmente passar pelo tratamento com ela, você pudesse ministra-lo em outras pessoas? Isso será possível por meio do Spa da Alma, que está oferecendo um curso exclusivo de Barra de Access!

O curso será realizado nos dias 8 e 9 de julho, das 9h às 14h, em um ambiente acolhedor e tranquilo. Durante esses dois dias intensos, você terá a chance de mergulhar no universo da Barra de Access, aprender suas técnicas e se tornar uma facilitadora dessa prática terapêutica.

O valor do curso é de R$1.450,00, mas os pagamentos realizados via Pix terão um desconto especial de 10%. Além disso, você poderá parcelar o valor em até 10 vezes, facilitando o investimento em sua jornada de autoconhecimento e transformação pessoal.

Ao participar desse curso, você irá:

– Aprender as técnicas da Barra de Access;
– Receber um material didático com ferramentas (processos verbais) para auxiliá-la em sua prática;
-Certificado internacional;
– Vídeos de Access;
– Coffe break;
– Compreender como liberar bloqueios e limitações em diferentes áreas da sua vida;
– Adquirir habilidades para aplicar a terapia em si mesma e em outras pessoas, compartilhando esse conhecimento com quem você ama;
– Fazer parte de uma comunidade de mulheres maduras que buscam evolução e bem-estar.

O único pré-requisito é estar disposta a mudar sua vida para melhor.

Não deixe essa oportunidade passar! Abrace o poder transformador da Barra de Access e embarque em uma jornada de autodescoberta e empoderamento.

Para mais informações e inscrições, acesse: www.instagram.com/spa.da.alma

Conheça quem irá ministrar

Arandi Vasconcellos, tem quarenta e dois anos, é terapeuta corporal há vinte dois anos, certificada em terapias holísticas na Califórnia, onde fez uma formação de três anos, seguidos de outros inúmeros cursos no Brasil, em diversos tipos de
massagens e terapias.

Em 2019 Arandi recebeu uma sessão de Barras de Access que mudou
completamente sua vida e despertou uma paixão imediata pelo método.
@SPA.DA.ALMA

Em 2020 fez seu primeiro curso de Barras e sentiu o chamado para se tornar
Facilitadora certificada e poder transmitir essa consciência para a humanidade.
Além disso fez outros cursos de Access Consciousness para se aprofundar:
2020: O fundamento Global com Gary Douglas e Dain Heer criadores do
método que estiveram no Brasil.
2021: O fundamento, e  Talk to the Entities

Add to cart
AN