Ajustamentos criativos são essenciais para nossa existência!

O Homem é um ser responsável por si e suas escolhas, sendo protagonista de sua vida, num eterno processo que promove a sua autorregulação, autorrealização, presentificação e em busca de dar um sentido às suas percepções, às suas experiências e à sua existência.

Partindo dessa introdução, importante trazer a noção de ajustamento criativo, que permite ao indivíduo existir conforme sua opinião, levando, porém, em consideração as normas locais e temporais, encontrando seu próprio caminho.

Frise-se que atualmente vivencia-se um momento de grandes transformações mundiais, políticas, sociais, econômicas, tecnológicas e na área da saúde. De notar a pandemia causada pelo novo coronavírus (Covid-19) que trouxe diversas reflexões e mudanças para a nossa vida e para nossas relações, além de consequências para a saúde mental. Trabalhar com nossas emoções nesse cenário não é uma tarefa fácil, pois viver o momento presente e manter o autocontrole e o equilíbrio torna-se um desafio diário.

Cada contato é um ajustamento criativo do organismo e do meio procurando uma forma funcional de sobrevivência.

O Gestalt-terapeuta utiliza-se de uma atitude fenomenológica e não da interpretação. Como uma terapia experiencial, pede-se ao cliente que se dê conta de seus gestos, de sua respiração de suas emoções, de sua voz e de suas expressões faciais, tanto quanto dos pensamentos que mais o pressionam. Sabe-se que quanto mais se der conta de si mesmo, mais aprenderá sobre si.

Importante frisar, como exemplo, a impermanência da vida, pois vivemos em uma rotina muitas vezes disfuncional e com a ilusão de controle de planejamento, organização de tempo, tarefas e a qualquer momento a vida nos oferece uma mudança inesperada e às vezes não desejada, diante da qual  teremos de elaborar e realizar vários ajustamentos criativos funcionais, com novas vivências, respeito às nossas limitações e nos convocando a fazer diferente, ressignificando os planos, condutas, comportamentos, pensamentos, sentimentos, percepções e as atualizando para o momento presente.

Quando somos preenchidos de um propósito, da alegria de ser útil, é possível aproveitar melhor o tempo e nos aproximamos da nossa essência e a vida flui, ainda que não se saiba ao certo de quanto tempo temos ou teremos para cumprir, frise-se, nossos desejos e sonhos. Importante lembrar também que nunca é tarde para darmos sentido à nossa vida, ressignificar e viver de forma mais flexível promovendo ajustamentos criativos funcionais.

Patricia Saavedra – CRP 05/48557

Telefone/WhatsApp: (21) 99956-7211
E-mail: patsaavedra12@yahoo.com.br
Instagram: @patsaavedra12
Facebook: Patricia Saavedra
Graduação e Pós-graduada em Direito
Defensora Pública do Estado do Rio de Janeiro aposentada
Psicóloga Clínica atuando em consultório (RJ) e “online”
Gestalt-terapeuta
Formação em Psicologia Infantil, adolescente, casal e família
Facilitadora em Constelação Familiar, em workshop, individual e “online”
Capacitação em arteterapia, luto, suicídio, autismo e mediação
Capacitação em psicologia transpessoal
Capacitação em Cuidados Paliativos
Palestrante e professora em cursos jurídicos e de psicologia
Autora de artigo: “Os efeitos da falta de consciência da normose na pós-modernidade.”
Co-autora na revista Psicologia e Civilidade

 

Promova luz em meio ao caos

Dia após dia, temos visto cada vez mais notícias desanimadoras, seja pela saúde sanitária em nosso país, ou por cenários que envolvam, inclusive, a política. E como lidar perante tudo isso?

Xingar, procurar culpados e falar sobre isso o dia inteiro, seria a opção mais fácil, porém a mais dolorosa.

Nós vivemos um período delicado, e por isso, é a hora de levarmos bons sentimentos para as pessoas a nossa volta.

Já sabemos os inúmeros problemas que vivemos, e temos realmente que nos indignarmos com os problemas e buscarmos fazer a nossa parte como cidadãos. No mais, tentar criar um bom ambiente a nossa volta é primordial.

E para isso, você pode:

– Compartilhar boas notícias e textos bacanas;

– Analisar como podemos ajudar as pessoas a nossa volta;

– Analisar o que fazer para melhorar os problemas que estivermos passando.

Todos os problemas irão terminar e em breve poderemos nos reunir com todos que amamos, sem máscara e esperançosos.

Inspiração: O Segredo

Precisamos deixar ir quem não nos acrescenta mais

Quando somos crianças, nós realmente acreditamos que as pessoas que amamos irão continuar em nossa vida para sempre. Mas, conforme a fase adulta avança, aprendemos que não é bem assim.

Perdemos amigos, amores, e até mesmo familiares, por simples falta de conexão.  E precisamos aprender a deixa-los ir.

Muitas vezes esse distanciamento é feito de forma natural, em outras, é abrupto, e temos que nos acostumar a viver longe de alguém a força.

E aquela pessoa que imaginávamos que nos amaria para sempre, passa a sorrir muito mais sem a nossa presença, e o mesmo acontece com a gente.

Há o afastamento também devido a distância física. Quando passamos a morar em locais muito distantes, ou ao fazer aquela viagem longa de meses para fora do país. Por mais que haja a boa intenção em nos mantermos conectados, o fuso horário e a rotina diferente pode atrapalhar o papo.

Por isso, é tão importante que valorizemos o aqui e agora. Por não sabermos como será o dia de amanhã, aproveitar os pequenos momentos ao lado de quem está conosco hoje é essencial.

Afinal, não sabemos se em algum momento o vínculo de carinho será quebrado.

Além do mais, é importante que a gente identifique quando alguma relação já não nos faz mais bem, para que nós mesmas possamos cortá-la. Assim, a gente se preserva de situações desagradáveis.

Deixar acontecer novas pessoas em nossa vida é ótimo, mas saber o momento de deixa-las ir é fundamental.

Inspirado em: https://osegredo.com.br/

Meu namorado é mais velho do que eu!

Quando falamos de relacionamento amoroso, sabemos que é algo muito particular de cada pessoa, que algumas podem enxergar de um jeito e outras de uma forma completamente oposta. É exatamente por isso, que há quem opte por homens mais novos, e quem já prefira sair com homens de cerca de 10, 20 anos a mais…

No segundo caso, muitas vezes fica o questionamento: a idade não atrapalha? Muitas pessoas envolvidas nesse tipo de relacionamento garantem que não, e que na verdade é um ponto positivo para o casal. 

É pensando nisso que hoje separamos 5 razões pelas quais muitas mulheres preferem homens bem mais velhos:

1 – Experiência

Se a experiência nos ajuda em todos os âmbitos da vida, o que dirá em relacionamento, não é mesmo? Um homem mais velho já teve oportunidades de errar e acertar, então depois de tantas experiências ele sabe o que fazer e como, o que dá certo ou não.

2 – Segurança emocional

Se muitos homens jovens se sentem inseguros e por isso ficam até mais enciumados, o homem mais velho se sente seguro de si por conta de suas experiências e deixa as bobagens, como ciúmes, para trás.

3 – Sabem se virar

Para quem não suporta um homem completamente dependente de você para fazer o que precisa, os homens mais velhos podem ser a melhor opção. Eles já aprenderam como se virar e por isso não serão dependentes de você.

4 – Entendem melhor sobre um relacionamento

Eles já aprenderam o que um relacionamento precisa e qual a melhor forma de lidar, então não precisará ensinar isso para eles. Entendem suas necessidades e o que fazer para dar certo.

5 – Decididos

Quanto mais envelhecemos, mais entendemos que não temos tempo a perder. E é por isso que os homens mais velhos costumam ser muito mais decididos. Se querem algo é para valer, e o mesmo quando não querem.

Add to cart
AN