Existe idade certa para mudar de profissão?

Por Gisela Campiglia

A crise política e econômica que estamos enfrentando tem como um de seus maiores reflexos o desemprego. As pessoas que estão empregadas vivem um clima de terror cada vez que é anunciada uma restruturação na empresa, porque na maioria das vezes o significado dessa reorganização é o corte de funcionários. Aqueles que permanecem na companhia acumulam funções e precisam manter o mesmo nível de desempenho, porém não recebem aumento de salário. Os demitidos entram em um processo de ansiedade profundo, pois tem medo de não conseguir uma recolocação no mercado de trabalho.

Que tal inovar? Sempre é tempo de repensar seus projetos profissionais, especialmente em tempos de crise.

“Você não precisa de uma empresa com 100 funcionários para desenvolver uma ideia”, essa frase é do bilionário Larry Page, fundador do Google. Em sua garagem, juntamente com um amigo de faculdade ele improvisou um escritório, hoje a empresa fatura mais de 70 bilhões de dólares por ano. Esse “milagre” também aconteceu com Mark Zuckerberg, que criou o facebook dentro de seu quarto no dormitório da universidade onde estudava. No setor de tecnologia há vagas de trabalho sobrando para engenheiros de sistemas, programadores, web designers e consultores em tecnologia, esses profissionais não ficarão desempregados no mínimo pelos próximos 10 anos. As Startups, que são o fruto de investimentos da iniciativa privada em parceria com pequenos empreendedores, revelam a tendência econômica do momento. Elas cobrem as necessidades atuais de mercado porque trabalham de forma ágil, criativa e com um organograma enxuto. Grandes empresas como o banco Itaú, a Telefônica e a Samsung já criaram polos de startups no Brasil para colher benefícios na forma de novos negócios. Se você tem vontade de atuar profissionalmente na era digital e não tem a formação necessária, estude, qualifique-se e crie uma solução para a situação de desemprego.

Não é apenas o setor de tecnologia que oferece oportunidades, na área de saúde a carência de profissionais é enorme. Além de médicos, farmacêuticos e dentistas, a função de cuidador de idosos tem um grande potencial de crescimento. A população brasileira está vivendo mais tempo, se você gosta de cuidar de pessoas, esse é um setor de trabalho que tem uma demanda progressiva.

Alguns cursos técnicos também oferecem emprego imediato, técnicos em meio ambiente, construção civil, segurança no trabalho e mineração estão sendo procurados no mercado. Caso você se identifique com alguma dessas áreas a oportunidade de trabalho está a sua espera. No entanto, não adianta nada estar bem informado sem estar formado, invista em sua qualificação profissional e garanta sua vaga de emprego. Com o uso da internet e a globalização, hoje em dia o mercado de trabalho não se restringe somente ao país onde você mora, o mercado de trabalho atual é o mundo todo. No conforto da sua casa pesquise as soluções, os produtos e serviços utilizados em outros países que podem ser implementados no Brasil, seja um visionário e transforme-se em microempreendedor.

Devido a urgente necessidade de preservar o planeta, no futuro a bioeconomia vai dominar o mundo. Mude de área profissional, torne-se um dos pioneiros da nova economia, em pouco tempo todas as empresas terão que aderir ao desenvolvimento sustentável.

Não existe idade para você decidir mudar de profissão, existe a época certa para você mudar sua atuação profissional. O cenário de crise força as pessoas a ampliarem seus interesses e habilidades, busque o desenvolvimento de suas competências e faça da crise uma grande oportunidade de evolução. A solução para a sua situação de desempregado está relacionada à disposição que você tem para encarar novos desafios. Seja como free lancer, empresário ou funcionário, o seu retorno para o mercado de trabalho depende da sua dedicação e capacidade de inovar.

Gisela Campiglia

Formada em psicologia, física quântica, bioenergia e metafísica. Trabalha com desenvolvimento pessoal, promove palestras, escreve artigos e é colunista do Mulheres de Quarenta.

Reflexões de Fim de Ano

Por Gisela Campiglia

Estamos chegando ao final de mais um ano, neste período as pessoas costumam refletir e fazer um balanço de suas vidas. Para um bom aproveitamento do ano que está por vir, o questionamento deve permear as várias áreas em que atuamos durante o ano que passou. Na intenção de colaborar, abaixo coloco alguns tópicos que vão ajudar você neste processo.

Pessoal
-Você se permitiu usar parte de seu tempo para cuidar de seu corpo físico, sua saúde, alimentação e fazer exercícios físicos?
-Você observou e cuidou de seus pensamentos e emoções? Praticou diariamente uma interiorização reflexiva, meditação, ou fez orações para buscar paz e equilíbrio?

Profissional
-Você ficou satisfeita com sua prosperidade financeira? Profissionalmente você acredita que pode ser mais criativa e produtiva? Suas relações com as pessoas no trabalho foram harmoniosas?

Laser
-Você criou tempo para desfrutar de momentos de lazer e diversão, se distrair e recarregar suas forças?

Intelectual
-Neste mundo globalizado de mudanças constantes e rápidas, você buscou pesquisar e estudar, para se manter atualizada?

Familiar
-Como foi a sua relação com seus Pais?
– Na qualidade de mãe, você esta conseguindo orientar seus filhos para serem pessoas realizadas? Colocou os devidos limites para seus filhos, sem criar inimizades? Conseguiu motivar o desenvolvimento das habilidades deles?

Romance
-Caso você esteja solteira, escolheria a si mesmo como namorada?
-Você considera que está preparada para conquistar o amor no ano que está chegando?
-Caso você esteja em um relacionamento, você conviveu com seu parceiro romântico de forma acolhedora e leal? Tolerou as diferenças e limitações do parceiro, compreendendo que ele é apenas uma pessoa em evolução com você?
-Você valorizou o fato de ter sido escolhido para ser companheiro amorosa de alguém?

Social
-Você encontrou tempo para cultivar seu relacionamento com as pessoas que tem afinidade com você? Aceitou convites para festas e convidou seus amigos para sair com você?

Espiritual
-Você assumiu a sua porção divina? Praticou uma religião com seriedade, ou atou através do princípio de amar ao próximo como a si mesmo?

Reflexão final
-Quando você olha para o ano que passou, qual sentimento se manifesta?
-Até o momento presente em sua vida, qual foi a sua contribuição para fazer deste mundo um lugar melhor?
-De forma geral, qual nota você dá para sua vida como um todo?
-O que você pretende fazer de diferente para melhorar a si, e ao mundo?

Através dessas reflexões e da prática do autoconhecimento, certamente você terá melhores chances de fazer um ótimo aproveitamento do novo ano que está chegando. De coração, desejo que esse artigo colabore com as suas realizações de vida!

Paz & Luz!

Gisela Campiglia

Formada em psicologia, física quântica, bioenergia e metafísica. Trabalha com desenvolvimento pessoal, promove palestras, escreve artigos e é colunista do Mulheres de Quarenta.

Empreendedorismo Feminino

O primeiro a gente nunca esquece!

Olá, meninas e meninos! Estou muito feliz de participar como uma das coautoras do livro “Empreendedorismo feminino – transformando ideias em negócios, modelos e práticas” ao lado de outras 27 mulheres que estão à frente de suas carreiras, empresas e famílias.

Mulheres que não se abalam diante dos problemas e enxergam nos momentos de crises oportunidades de crescimento!

Assim como eu, essas mulheres compartilham suas histórias de vida, suas crenças, suas opiniões a respeito de fatos cotidianos, seus maiores desafios e suas conquistas.

Elas mostram que uma mulher está sempre disposta a enfrentar as situações desafiadoras, sem perder o equilíbrio.

Em 25 capítulos, o público poderá encontrar fortes características de mulheres que quebraram padrões limitantes e venceram barreiras para construírem suas carreiras e alcançarem seus sonhos.

“Empreendedorismo feminino” é mais que um livro é uma fonte riquíssima de investimento e empoderamento para as pessoas que desejam conquistar seus objetivos.

Quero contar com todos vocês lá, na Livraria Cultura do SHOPPING IGUATEMI, dia 17 de novembro, sexta-feira, a partir das 19h.

É um momento muito especial para mim e estou muito feliz de poder compartilhar com todas vocês mais esta conquista! VAMOS COMEMORAR JUNTOS!

O prefácio é da Priscilla Aducca criadora do “Mulheres que Inspiram”.

As coautoras são: Gabriella Casério, Carina Bezerra, Vanessa Palazzi, Catrini Caminski, Marcia Borba, Juliana Aloise, Suellen Campanhola, Luciana Rojo, Débora Rodrigues, Juliana Fênix, Viviane Almeida, Vitória Xavier, Camila Arraes, Andréia Mesquita, Cristiane Senna e Isabela Sales, Raíssa Viana, Rúbia Arce, Francielle de Castro, Deise Tomazel, Ana Cláudia, Mari Ferreira, Kenya Dielhl, Denice Santiago, Juliana Magnanti, Idi Esteves, Daniela Daitx e Tatiana Santiago.

Te espero lá!

Um beijo!

Vanessa Palazzi

Add to cart
AN