Cabelos, cabelos meus!

Têm  cabelos mais bonitos do que os meus? Rsrsrsrs

Sabe aqueles dias que voce acorda e quer dar um up no seu visual?

Com a vida corrida que levamos hoje nem sempre temos tempo disponível para marcar hora no cabeleireiro. E só de pensar nisso me dá uma preguiça!

Entao, vamos lá! Pra você que como eu corre o dia inteiro, vou dar dicas de como cortar o seu próprio cabelo.

Olha só o que vc vai precisar:

Um pente fino e uma tesoura própria para cortar as madeixas!

Não adianta pegar uma tesoura de costura que não vai dar certo, heim? Invista nesse pequeno acessório!

Bom, vamos ao trabalho?

Em primeiro lugar, lave os cabelos como de costume.

Depois de secar levemente com a toalha, desembarace o cabelo. Com a cabeça levemente virada para baixo, penteie os cabelos puxando todos os fios ate que o pente deslize sem encontar nenhuma barreira.

Pronto? Agora coragem, amiga! Nao tenha medo.

Marque uns dois ou três dedos de comprimento e comece a cortar do meio para as laterais. A tesoura tem que seguir reta para ambos os lados. Isso mesmo, uma linha reta!

Agora erga a cabeça e acerte os fios com a escova, como de costume. Divida o cabelo em duas partes e puxe para a frente, como se fosse fazer uma maria-chiquinha. Acerte os fios dos dois lados, de frente para o espelho, e corte as pontas. . Sempre bom fazer isso!

Agora seque e penteie do jeito que esta acostumada!

O efeito é mais ou menos esse:

Com esse tipo de corte você não perde o comprimento, mas ganha volume e balanço nos cabelos.

E aí? Que tal o novo visual?

Rumo aos 50

Recebi uma mensagem de uma amiga falando sobre o que tem passado nos últimos anos. Ela é uma mulher de quarenta, quase beirando os 50.

No seu depoimento pude perceber o receio que tem de ficar só. Ela vive um relacionamento há pouco tempo e tomou a iniciativa de falar para o companheiro a respeito das suas expectativas. Ela não quer viver uma “amizade colorida” para o resto da vida. Minha amiga quer um homem ao seu lado, que possa compartilhar das horas boas bem como acompanhá-la ao médico quando for preciso. Na alegria e na tristeza, na saúde e na doença. Por que não?

Ela abriu o jogo. Foi clara com relação aos seus sentimentos. Colocou-o contra a parede. Ele pulou fora, claro! Sentiu-se acuado. Homens detestam se sentir assim. Basta mostrar seus sentimentos e eles fogem…como o diabo da cruz!

Nós mulheres somos diferentes. Não há como negar a nossa essência. Mas a idade nos ensina a dominar as nossas emoções. Com eles, muitas vezes, é preciso usar doses homeopáticas. Não se pode cobrar nada logo de cara. É preciso esperar um pouco, principalmente no começo das relações. Tem que ter tato.

O fato é que nós somos apressadinhas. Esse negócio de nominar as relações faz toda a diferença para as mulheres. Fulano é meu namorado. Cicrano é meu namorido, e assim por diante. Para os homens não, eles não ligam muito pra isso.

A verdade é que não dá pra parar o tempo. Ele continua correndo. É rápido e veloz! E muitas mulheres, assim como muitos homens também, temem envelhecer.  Mas o tempo é incontrolável…e acima de tudo implacável. Melhor mesmo é saber envelhecer. Aceitar as pequenas rugas, os cabelos brancos e aproveitar o melhor de tudo isso: a experiência que adquirimos através dos anos.

E por conta disso, logo, logo terei que criar o blog das Mulheres de Cinquenta! E com muitas histórias pra contar. Pensa que demora? Aguardem! rsrsrsrs

Amor fraternal

Homens quando estão juntos fazem trocadilhos entre si, brincando com a masculinidade alheia. Principalmente quando as mulheres estão por perto. Adoram mostrar a sua virilidade. Rsrsrsrs

Dia desse, numa roda de amigos – de homens, diga-se de passagem – falava-se sobre os homens que se beijam entre si. Não, não é aquele beijo que vocês estão pensando. Mas o beijo entre pais e filhos, entre irmãos, primos e porque não entre amigos. Um dos amigos que estava presente disse que às vezes ele beijava o filho quando o encontrava. Como assim, às vezes?

Eu acho lindo quando vejo um homem beijando o outro. Acho bacana mesmo! Mas muita gente se admira quando vê uma cena dessas, ainda que seja com o próprio filho. Os homens que não têm esse hábito, são até preconceituosos.

Eu sou a favor, e muito, do beijo, do abraço, do contato físico entre as pessoas. Tem coisa mais gostosa do que isso? Claro que com o ser amado as coisas sao diferentes! “Calientes”, eu diria. Mas abraçar o amigo, beijar quem você gosta, dar  um pouco de carinho, sempre faz bem, tanto para quem dá e principalmente para quem recebe.

No local onde eu trabalho tem uma moça que me conhece há algum tempo. Ela é faxineria. Sempre que nos encontramos, ela espera, além do meu bom dia, o meu beijo e o meu abraço. Eu não ligo se ela esta com uniforme de trabalho e com a vassoura na mão. Faço questão de abraça-lá e lhe dar um beijo. Ela se sente a pessoa mais importante do mundo e aquele pequeno gesto me deixa feliz o resto do dia. 

Quando me xingam no trânsito, eu peço desculpas e jogo um beijo! Homens adoram, mas as mulheres querem voar em cima de mim, Rsrsrsrs

Mas, brincadeiras à parte, eu espero de verdade que a gente possa melhorar um pouco o futuro dos nossos filhos. Com tanta violência  por aí, se a gente se beijar e se abraçar um pouco mais, vamos praticando o bem e experimentando a beleza do amor.

Um grande beijo e um abraço bem apertado pra você!

Meu encontro de hoje à noite

Mal sabem os homens o que fazemos antes de um jantar romântico. Em primeiro lugar, pulamos bem cedo da cama. No café da manhã, um chá de ervas para emagrecer e desintoxicar. Corremos para a academia, afinal a barriga tem que estar sequinha para a roupa da noite.

No intervalo, uma folha de salada e um filé pequeno de frango, afinal, o jantar promete!

Se der tempo, uma sessão de massagem, pois temos uma maratona pela frente até chegar à noite. Sessão cabeleireiro: corte e tinta nos cabelos. Retoque de reflexos para as loiras. Escova, chapinha e baby liss. Enquanto isso, alguém faz as suas unhas dos pés e das mãos. Sobrancelhas mal feitas, nem pensar! E aí já tem mais alguém dependurada na sua cadeira tirando pelo por pelo!

Quando você está se despedindo do salão – e deixando uma fortuna para trás – lembra-se que esqueceu da depilação, afinal não dá pra sair se as coisas não estiverem em dia! Volta para trás para uma sessão completa! Buço, axilas, virilhas, perna completa e tudo mais. “Deus porque esses malditos pelos existem!?”

Bom, depois de deixar o salão, hora de correr para casa, afinal temos uma tarefa árdua pela frente: escolher a roupa que vamos usar. E agora eu vou entregar: a gente desce o armário abaixo. Experimenta todas as roupas possíveis e imagináveis e sempre volta para a primeira opção. Isso nos faz bem! Sinal que não tivemos dúvidas na hora de escolher! Rsrsrsrs

Bem, a lingerie também tem que ser especial. Essa não é tão difícil de escolher. Depois vêm os acessórios: dourados ou prateados, grandes ou pequenos? Eis a questão. E a bolsa e o sapato? Pronto, começou tudo de novo…

Hora do banho: esfoliação da pele, uma lixadinha na sola dos pés, óleo de massagem, creme no rosto e assim por diante. Maquiagem pronta, roupas colocadas, um toque do seu melhor perfume e eis que toca o telefone! Você corre para atender, espera o segundo toque e atende achando que já pode descer. Eis que seu futuro par lhe informa que não poderá comparecer. A tia, aquela velhinha viúva, sem filhos de quem ele já havia comentado com você, está doente e ele terá de levá-la ao hospital!

Você xinga o desgraçado de todos os nomes possíveis, abre a geladeira e se afoga no primeiro sanduíche que encontra pela frente. Devora um bolo de chocolate, coloca o pijama e toma um remédio para dormir!

Ai que raiva que dá! rsrsrsrsrs

Bom, aproveito para dividir com vocês um texto que recebi do amigo Douglas Ortiz, de autoria desconhecida, que dá uma lição a nós mulheres. Vejam como para eles a vida é bem mais fácil! Divirtam-se!

PORQUE OS HOMENS NUNCA FICAM DEPRIMIDOS

Não precisam trocar de sobrenome.
Os preparativos para o casamento são simples.
Podem comer chocolate sempre que quiserem.
Não engravidam.
Os mecânicos não mentem pra eles…
Nunca precisam procurar outro posto de gasolina, para achar um banheiro limpo.
Rugas são traços de caráter…(e a barriga demonstra prosperidade)
Ninguém fica encarando os peitos deles quando estão falando.
Os sapatos novos não lhes machucam os pés.
As conversas ao telefone duram apenas 30 segundos.
Para férias de 5 dias, apenas precisam de uma mochila.
Podem abrir qualquer tampa de frasco.
Se outro aparecer na mesma festa usando uma roupa igual, não há problema, chegarão a ser amigos.
Ficam assistindo a TV com um amigo, em total silêncio, por muitas horas, sem ter que pensar: “Deve estar cansado de mim”.
Se alguém se esquece de convidá-los para alguma festa, ainda assim vai continuar sendo seu amigo.
Sua roupa íntima custa no máximo 40 reais (em pacote de 3…)
Três pares de sapatos são mais que suficientes!
São incapazes de perceber que a roupa está amassada.
Seu corte de cabelo pode durar anos, aliás, décadas.
Podem levantar a perna das calças, sem se preocupar com a aparência das pernas.
Podem “fazer as unhas”, com um “trim”.
Podem deixar crescer o bigode, se quiserem.
Podem comprar os presentes de Natal para 25 pessoas, no dia 24 de dezembro, em 25 minutos!

 

Nada acontece por acaso

Houve um tempo em que eu era super ligada nessas coisas de superstição. Quando eu era adolescente acreditava-se em duendes e gnomos, lembram-se disso? Lojas inteiras, em bairros nobres da cidade, vendiam essas quinquilharias.

As pessoas também viajavam para lugares esotéricos atrás desses pequenos seres e juravam que os viam! Será? rsrsrsrsrs

Na virada do ano, eu passava de branco. À meia noite eu tirava os sapatos, subia em cima de uma cadeira, comia três uvas, fazia três pedidos, saia na porta de casa e entrava com o pé direito, enchia a boca com uma colher de lentilha, colocava uma folha de louro na carteira e guardava três grãos de romã o ano inteiro. Ah, ainda tinha que beijar um homem na virada da noite! Ai que preguiça de tudo isso! Isso quando o Reveillon não era na praia…além de tudo isso ainda tinha que pular as sete ondas.

Eu acredito sim nas promessas de fim de ano, mas elas só se concretizam quando nós fazemos tudo acontecer. E é claro que a gente sempre deseja tudo de melhor!

As coisas mudam quando a gente realmente quer e acredita que elas podem mudar. Nada acontece por acaso. Tudo se concretiza porque de alguma forma você idealizou aquilo para a sua vida. Já que é assim, comece a pensar diferente! Tenha determinação. Vá em frente, persiga os seus objetivos, seja persistente, acredite. Não pare na metade, vá até o fim.

Livre se das simpatias e superstições! Tenha fé! Acredite em Deus em primeiro lugar! Faça com que tudo seja diferente! Creia no seu poder e no seu potencial!

Se você quer mudar a sua vida, comece já!

Vai lá! Faça seu 2012 valer a pena! Seja feliz!

Poderosas e impossíveis!

Hoje o papo é com as mulheres! Tá bom! Com os homens também, afinal de contas a gente quer um elogio de vocês. Faz bem para a alma, levanta o ego e nos deixa mais poderosas!

Ai, ai, hoje estou impossível! Aliás, aproveito para recomendar o blog da Jane Murback, Mulheres Impossíveis que eu adoro. Ela e minha grande incentivadora!

Mas voltando ao assunto, hoje apresento para vocês um vídeo bacana que ensina fazer um penteado lindo para as festas de final de ano!

Vai treinando aí! Ainda da tempo!

Como influenciar pessoas

Desde os tempos passados as pessoas que tinham posses ou queriam demonstrar poder utilizavam-se das vestimentas para mostrar quem realmente eram.

Os faraós eram adornados com ouro. Os reis, posteriormente, usavam roupas suntuosas, bem diferente de seus súditos. E aqui conto uma passagem interessante: quando os reis não queriam mais as suas roupas, eles as doavam para os seus serviçais que eram obrigados a criar novos modelos para a Majestade. E assim surgiu a moda! Todos queriam usar a roupa do rei ou da rainha também.

Hoje em dia não é diferente. Para influenciar pessoas, conseguir fechar negócios ou se destacar em alguma reunião, nada como estar bem apresentado e vestido de acordo com a ocasião. Sua roupa diz tudo sobre você.

Aprendi com a Lilian Riskalla que leva de 6 a 30 segundos para que você tenha a impressão e forme a imagem de alguém. Isso e natural e acontece espontaneamente, no seu subconsciente. E de repente, sem perceber, você já tem informações sobre aquela pessoa que acabou de conhecer.

Cada situação exige uma postura. É claro que você não vai de camiseta numa reunião de negócios e nem de terno num churrasco na praia.

Muitas empresas atualmente têm o seu próprio dress code. E ninguém te falará sobre isso no dia em que você começar a trabalhar. Cabe a você identificar o perfil da sua empresa ou do seu local de trabalho.

Nas agências de publicidade ou para quem trabalha com moda, o ambiente é mais descontraído. Bem diferente de quem trabalha no mercado financeiro, por exemplo, onde a sua postura tem que ser um pouco mais elegante. Isso não quer dizer que você precisa se vestir como ternos e tailleurs que se usavam antigamente. A moda mudou bastante e facilitou tanto a vida de homens como de mulheres. Hoje é possível estar na moda até no seu ambiente de trabalho.

Com um pouco de bom senso você pode se diferenciar dos demais. Para as mulheres, os acessórios estão ai para ajudar… e a maquiagem também. Para os homens uma boa combinação de cores entre os ternos, as camisas e as gravatas cai muito bem. Sapatos de bom gosto também fazem a diferença… e nada de meias brancas, heim?

Bom, vamos lá! Estar na moda não exige muito esforço e nem muito dinheiro. Bom gosto nem sempre custa caro! Use isso em seu favor!

Como usar o delineador

Para mim a coisa mais dificil que tem na maquiagem é acertar o delineador. Ohhhh tarefinha difícil! Você começa bem, entorta no meio e no final fica grosso. Na hora de aplicar no outro olho, nunca fica igual. Resultado: o olhar fica grosseiro, pesado…e torto(rsrsrsrs).

Eu já tentei delineadores de várias marcas e nunca acerto muito bem. Comprei o líquido, o gel, a prova d´água….nenhum deles deu muito certo. Mas achei um bem legal, da maybilline, parece uma canetinha, é fácil de aplicar, o risco fica fino e não deixa o olhar pesado.

A minha dica é usar depois de aplicar um leve risco de cajal da mesma cor do delineador. Ele fica mais uniforme.

Recebi da minha colaboradora (e fiel escudeira aqui do blog) Luciana Obata esse vídeo bem legal dando dicas para quem quer ficar com um olhar fatal, sem errar, é claro.

Aproveitem aí as dicas. Depois me contem como foi o resultado. Boa sorte, meninas….mão firme, carpichem!


 

 

Que cor você vai usar?

Eu sou daquela época em que as bolsas deviam combinar com os sapatos e cintos, lembram? Estampas nunca se misturavam e geralmente as combinações eram de só duas cores, no máximo três, sendo uma delas neutra.

Hoje em dia já sabemos que essas regras não existem mais. Podemos combinar tudo com tudo ou a ainda não combinar nada com nada que funciona. Mesmo assim, tem coisas que eu gosto de usar da mesma cor. Por exemplo, as unhas dos pés e das mãos. Isso me dá o maior trabalho, mesmo porque as dos pés sempre duram mais do que as das mãos, não é?

Numa das palestras que fui da Mara Push, do blog “Esmalte no Pé”, perguntei a ela como poderia fazer essa combinação funcionar. Vale usar qualquer cor nos pés e outra nas mãos? Ela me disse que eu poderia coordenar da mesma forma que se usa uma saia e uma blusa. Achei fantástica essa definição.

Agora sempre escolho dois esmaltes na hora de fazer as minhas unhas.

Ah, aproveite pra dar uma olhada também no blog “Mulheres Impossíveis” da minha amiga Jane Murback. Ela postou dicas super bacanas de como fazer as unhas sem tirar as cutículas. Eu já faço isso há muitos anos e recomendo. Dá uma olhada lá!

Eu me rendo!

Desde criança, sempre quis fazer as coisas sozinha. Minha mãe raras vezes ia ao cabeleireiro. Primeiro por que ela, habilidosa, sabia fazer as unhas das mãos e dos pés, depilação, sobrancelhas. Os cabelos, ela mesma cortava e pintava. Naquela época, quando eu era criança, a moda era fazer permanente, lembram disso?

Eu também quis ser independente. Aos onze ou doze anos aprendi a fazer as unhas, ganhei um kit manicure e passei a me virar. Cabeleireiro era um luxo para nós. Minha mãe cortava os meus cabelos, o resto eu me virava sozinha.

O tempo passou e eu percebi que ganhei certa independência com isso. Nunca precisei marcar hora, ficar esperando para ser atendida, implorar para pintarem a minha unha ou me fazerem uma simples escova. Hoje em dia, eu mesma corto os meus cabelos. Tá bom, confesso…eu faço a coloração também. Não dá pra negar os brancos aos quarenta.

A maior comodidade nisso tudo é poder fazer as unhas às 11 horas da noite, por exemplo, sem ter que marcar hora. Ou cortar os cabelos às 7 horas da manhã. Estou disponível 24 horas para mim mesma….rsrsrsrsrs.

O fato é que às vezes também me dá uma preguiça! Outro dia acompanhei uma amiga ao cabeleireiro. Estavam ao redor dela quatro pessoas: uma lhe fazendo as mãos, outra, os pés, outra as sobrancelhas e outra o cabelo!

Foi impossível resistir, tive que me render. Ganhei uma massagem capilar, saí com as unhas brilhantes e com os cabelos esvoaçantes. Como é bom um “mimo” de vez em quando. Quer saber? Adorei!

A lei da renovação

Saias longas vem com tudo na próxima estação

Estar na moda, hoje em dia, é muito relativo porque já não existem regras. Existem, sim, as tendências. Essas eu gosto de seguir, mas nada impede que você possa usar roupas da coleção passada, reinventar e marcar o seu estilo.

Há roupas clássicas (e básicas) que dificilmente saem de moda. Mas têm outras que não dá! Está certo que os casacos de lã não acabam nunca, mas a moda muda a cada ano. As peças se transformam, com novos cortes e modelagens.

Eu sempre reviro o meu armário para ver se posso me livrar de alguma coisa. Claro que essa é uma ótima desculpa para poder me aproveitar da tal “lei da renovação” – quando você tira uma coisa, pode comprar outra.

Eu sigo uma regrinha básica. Se eu não uso a roupa há mais de um ano, está na hora de me livrar daquela peça, ainda que isso seja muito dolorido para mim (rsrsrsrs).  Menos, nesse caso, é mais. Pra que deixar a roupa lá ocupando espaço se você pode abrir mais um pouquinho para a sua próxima aquisição?

Ai, ai, acho que preciso me renovar. Nada como um monte de sacolas na mão. Isso me deixa tão feliz!

Aí vai uma dica. As Turcas, da Garimpo da Moda, já aderiram a essa nova tendência.  Chique, elegante, bonito e acima de tudo moderno. Dá uma olhada!

Garimpo da Moda

Maquiagem: eu não vivo sem!

Está aí uma das coisas que eu não abro mão. Confesso: eu tenho uma porção dessas coisinhas coloridas e lindas que todas as mulheres adoram colecionar. Tem coisas que não dá pra resistir e eu nunca me dou por satisfeita. Nesse caso, aquele velho ditado “menos é mais” para mim não funciona.

A maquiagem já faz parte do meu ritual diário. É como tomar banho, passar um creme no corpo, eu já estou habituada. E eu adoro brincar com as cores, fazer um estilo diferente, um dia caprichar mais nos olhos, outros na boca e assim por diante.

O André Claret é meu amigo de infância, estudamos juntos na escola e passamos alguns (longos) anos sem nos ver. Mas eu tinha notícias dele. Sabia que ele fazia a “cabeça” das mulheres, literalmente. O André virou um hair stylist, eu o acompanhava pelas revistas de moda. Ele é maquiador também.

Bom, estou contando tudo isso pra vocês, porque achei um vídeo super bacana do André. Ele ensina truques de maquiagem.

Quem não quer aprender? Esta aí o vídeo pra vocês assistirem.

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=vR9dOhLHBRU&feature=youtu.be]

 

Estilo: cada um tem o seu

Depois de certa idade, já temos bem definido qual é o nosso estilo. Está certo que às vezes escorregamos um pouquinho, o que também é válido. O estilo de se vestir não precisa ser “engessado”. A moda nos permite isso, mudar, ousar, ser diferente.

Mas ter uma linha na hora de se vestir, cria totalmente a sua personalidade. As pessoas te olham e tem uma imagem de você também pelas roupas que você veste. Não preciso nem falar a diferença que isso faz no seu ambiente de trabalho, não é?

Eu sempre gostei de moda. Não sigo à risca as tendências porque acho que tem coisas que me caem bem, outras não. Outro dia resolvi usar um esmalte azul. Depois que apliquei – eu mesmo faço as minhas unhas – não podia olhar para as minhas mãos. Acho legal quem consegue usar. Eu achei que não combinava nada comigo.

Cada um tem o seu próprio estilo. Confesso que o meu é um pouco mais sofisticado, eu gosto de me arrumar, de me maquiar, usar salto alto. Não consigo vestir uma calça de moletom e uma camiseta e sair por aí. Isso até me causa certo problema quando preciso ir ao clube ou usar uma roupa mais informal.

Enfim, certo ou errado? Quem toma esa decisão é você.

 

 

Bom, pra ilustrar mais um pouco aqui o nosso bate-papo, encontrei esse vídeo super bacana que ensina várias maneiras de se usar os lenços. Eles continuam com tudo na primavera-verão. Espero que gostem!

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=W4ZHCm_Y1TY]

 

Se eu pudesse te dar um conselho

Já faz alguns anos que eu procuro cuidar da pele. Dia desses estive no consultório da minha dermatologista, Gisele Rolim. Sabe como é, aos quarenta, a gente começa a achar um monte de coisas na pele que não via antes. Uma marquinha ali, uma expressão ali… Que coisa, de repente o espelho virou meu inimigo?

Eu não tomo sol já faz algum tempo e, comprovadamente, ele é o maior vilão. Tive câncer de pele há uns anos atrás. Comecei a me cuidar muito tarde. Vocês se lembram que quando nós éramos crianças nem existia filtro solar? O máximo que tinha era um produto chamado “noscote” ou o popular “hipoglós” que a gente usava quando o nariz estava em carne viva! Eu adorava isso.

A gente usava mesmo produtos pra se bronzear. Quem não se lembra do famoso Rayito de Sol?

Todo mundo que viajava para o Paraguai trazia caixas e mais caixas do produto. E o Óleo Johnson com semente de urucum (ahhh, vai dizer que nunca ouviu falar? ). Lembro-me até de uma receita feita com coca-cola e cânfora… que horror!

Agora não vivemos mais sem o filtro solar, grande aliado da beleza e da saúde. Tem até vídeo famoso sobre isso. “E seu eu pudesse lhes dar um conselho a respeito do futuro diria: Usem filtro solar” (tá logo aí pra você ver).

Já comecei o meu tratamento e a pele está ficando melhor.  Mas continuo à procura de um creminho milagroso que levante aqui, estique dali…alguém pode me indicar?

Color block, você vai usar?

Quero um de cada pra mim!

Você já deve ter ouvido falar por aí da nova tendência da moda primavera-verão: color block. Os blocos de cores em tonalidades fortes sao combinados das formas mais variadas possíveis. Saia cor de rosa, com blusa laranja. Vestido azul cobalto com detalhes verde bandeira. Calça turquesa com camisa roxa e assim por diante. Estão valendo todas as combinações. 

Eu achei super legal, adoro coisas coloridas…dá pra ver pelo visual do blog, não é?

Mas o que fazer para ficar dentro dessa moda e se aproveitar essa nova tendência para montar um look trabalho? E vamos combinar que é uma delícia poder se produzir pra ir trabalhar.

Tá certo que na moda não existem regras, isso quem me ensinou foram as amigas “As Turcas“. Mas que é preciso ter um pouquinho de bom senso na hora de se vestir para o trabalho, ah, isso é!

É claro que isso não vale para as pessoas que trabalham com moda ou ainda para as mulheres que têm um ambiente mais descontraído, como nas agências de publicidade, por exemplo. Tudo depende do perfil da empresa que você representa.

A minha sugestão é usar peças de uma cor só ou misturar as coloridas com as de cores mais neutras como os tons pastéis ou até mesmo o preto, marinho.

Olha só que bacana que eu achei por aí.

Looks mais clássicos, com cores vibrantes coordenados com cores mestras.

 

Os cintos coloridos podem dar um toque no seu visual. As bolsas e sapatos, que seguirão os tons da estação, não precisam (jamais) de combinação.

Já encomendei um de cada pra mim!
 

Bom, meninas, aproveitem as boas compras! Aí, aí, como eu gosto dessa estação!

Sua roupa diz tudo sobre você

Look "Garimpo da Moda" - Moderno e Elegante

Outro dia fui convidada pelas amigas “As Turcas” a fazer uma palestra sobre “Como ser moderna no trabalho sem perder a elegância”. Não sei se sou tão moderna ou elegante no vestir, mas sou uma “menina boa”, eu me comporto direitinho.

Não sou nenhuma expert da moda, nem personal stylist, e também não entendo muito sobre as tendências, mas gosto de observar. Eu já vi muitas pessoas perderem boas oportunidades simplesmente pelo modo como se apresentavam no trabalho.

E olha que  eu vejo cada coisa…bom vamos deixar pra lá!

O importante mesmo é ter um pouco de bom senso no trabalho. Usar roupas muito justas, decotadas e curtas para trabalhar não está com nada. Isso também não quer dizer que você precisar ser careta. Nós mulheres temos muitas coisas pra usar e abusar que podem mudar o nosso visual e que podem nos deixar modernas e elegantes.

Nada de exageros! Eu não sei porque mas tem gente que adora usar um colar grande, um monte de pulseiras, vários anés, brincos chamativos. Calma, uma coisa de cada vez. Um anel bem grande, brilhante e bonito já vai chamar a atenção. Combine com um brinco. Se for usar um colar maior, não abuse tanto das pulseiras…e assim por diante.

Lembre-se que o seu visual faz parte da imagem que as pessoas tem de você e da sua empresa. Postura é tudo nessa vida!

Recado passado? Boa semana pra vocês.

Add to cart
AN