O depois

Eu sempre digo que separação é um luto. Não importa o tipo de relacionamento. Nem sempre, especificamente, precisa se tratar de um casamento.

O fato é que quando as pessoas se separam geralmente passam pelas mesmas coisas.

Ainda que você tenha se dado conta que aquela relação estava falida, você passa pela dor. Essa é a primeira fase. O sentimento de perda e frustração é muito grande. Como se alguém tivesse morrido, embora ainda esteja vivo. Mas bem distante de você. Duro aceitar que aquela pessoa que conviveu anos ao seu lado agora esteja longe, tocando sua vida. E o pior. Você também precisa levar a sua adiante.

Difícil reunir forças para isso. Ainda mais quando a dor fala mais alto. Mas como diz o ditado, não há bem que sempre dure, nem mal que nunca se acabe. Temos que seguir em frente.

Sentir raiva também é bem comum. Nem sempre do outro, muitas vezes de nós mesmos. Mas isso também vai passar. A não ser que você não queira. Quem vive amargurado não consegue ser feliz. Isso é muito ruim. Claro que as mágoas farão parte dessa outra etapa, mas é preciso superar tudo isso. Como? Você vai ter que descobrir. Não há regras.

Eu encontrei nas minhas filhas a razão pra continuar. Nao pude me entregar ao sofrimento porque elas precisavam muito de mim assim como eu preciso delas. Os filhos sofrem, inevitavelmente. E isso dói. E como dói. Ah, se pudéssemos evitar, não é? Mas o mais importante é preservar as crianças das brigas e garantir que elas convivam com os pais, independente de qualquer coisa. Ex-marido ou ex-mulher. Ex-pai e ex-mãe não existem.

O próximo passo é conviver com os conflitos. Especialmente os financeiros. Muitas vezes, enfrentar os litígios para resolver essas questões. Separação de corpos significa também separação de bens. E essa parte é muito complicada. Nem sempre os casais separados conseguem administrar bem essa situação.

Você também vai conhecer melhor os seus amigos. Muitos ficarão e te darão justamente aquilo que você precisa. Alguns te decepcionarão, e muito. Outros irão embora, para o seu próprio bem. Mas nada te impedirá de se relacionar com outras pessoas e descobrir uma nova realidade. Sim, você começa uma nova etapa que poderá ser muito boa ou melhor do que você esperava.

Quanto aos novos relacionamentos, eles surgirão com o tempo. Desde que você se dê essa oportunidade. Mas sua visão será bem diferente. Na bagagem você tem mais experiências e saberá lidar melhor com essa questão. Claro que você não saberá muito bem o que quer. Mas saberá exatamente aquilo que não quer mais para você.

Depois de um tempo a gente percebe que é possível superar e mais que isso, que a gente sobrevive. E pode ser muito bom se redescobrir nessa fase. Isso certamente acontecerá. Ainda que você tenha pessoas boas ao seu lado te aconselhando, tudo dependerá exclusivamente de você.

Com o tempo você aprenderá a perdoar. Em primeiro lugar, a si mesmo. E quando isso acontecer, você se sentirá mais leve. Pronto para seguir o seu caminho e começar uma nova etapa.

O que vai acontecer daqui pra frente? Ninguém pode saber. Não crie tantas expectativas. Trace metas e tenha esperanças. Mas acima de tudo, seja feliz com aquilo que já você tem.

E aí? Está preparado? Então sacode a poeira e deixe a vida te levar!

Compartilhe este Post!

Sobre o Autor : mulheresdequarenta

2 comentários

  1. eugenio reynaldo palazzi 28/09/2012, 11:40 am comentar

    Muito bem e parabéns!!!!

  2. deni 29/09/2012, 8:32 pm comentar

    Falar o que depois de ler tudo e mexer na ferida? é justamente isso só muda de pessoa para pessoa maneira com que ela sabe esconder isso porque leva para o resto de sua vida meso parabens e força sua luta

Deixe um comentário

Seu e-mail não será exibido.