A elegância das sapatilhas

Por Gisele Gaspar

Dá para ficar elegante com sapatilha? Simmmm!

Acho um charme sapatilha e, em determinadas situações, até mais elegante. Como por exemplo, para as mães que saem com os filhos para festinhas, para o dia a dia e para quando quiser deixar o visual mais descolado.

 

 

Ela combina com praticamente tudo, mas principalmente com calça de boca mais justinha. Quem quiser também pode usar com saia, fica bem charmoso.

 

 

Di Pollini Donna

Di Pollini Donna

As que se sentem mais baixas e acham que a sapatilha achata, opte por modelos nudes ou da cor da peça de baixo que está usando.

 

Di Pollini Donna

Di Pollini Donna

Os modelos de bico fino alongam, emagrecem e deixam o look mais sofisticado. Os de bico redondo podem achatar a silhueta dependendo do modelo da roupa, mas passam um visual mais descolado.

Di Pollini Donna

Para quem não gosta de bico fino ou não combina com este estilo de sapato, tem aqueles modelos que ficam no meio do caminho, um redondo mais afunilado.

Se entregue às sapatilhas, todas as cores são interessantes. As coloridas podem deixar seu visual bem estiloso.

 

Di Pollini Donna

As com estampas de animal print são uma ótima opção para quando queremos passar um pouco de estilo num look mais básico e também ajudam com aquelas roupas que parecem que não combinam com nenhuma cor.

 

Di Pollini Donna

 

Di Pollini Donna

Use e abuse da sapatilha, além de muito charmosa e elegante é muito confortável.

Escolha opções que te fazem feliz, isso vai fazer você parecer mais apropriada e tudo que é autêntico é mais bonito.

Gisele Gaspar é consultora de imagem da Giz e colunista do Mulheres de Quarenta.

Compartilhe este Post!

Sobre o Autor : mulheresdequarenta

1 Comentário

  1. Daniela 26/09/2018, 10:25 pm comentar

    Adorei o Blog Mulheres de quarenta, os temas escolhidos são bem interessantes ! Sempre me considerei baixinha para usar sapatilhas, então preferia saltos baixos ou médio para o dia a dia, até que vieram as tendencias de sapatilhas e resolvi aderir, e não abandonei mais.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será exibido.