Vaso de cristal

Quando um cristal se quebra é impossível remendar. Eu me lembro de uma passagem quando era criança. Uma vez por semana minha mãe saía com o meu pai. Uma das minhas brincadeiras preferidas era jogar ping-pong na mesa da sala de jantar. A rede era um cabo de vassoura.

Claro que minha mãe ficava furiosa. Atrás da mesa ficava a sua cristaleira com antiguidades. Algumas peças eram do casamento da minha avó. Uma, em especial, era um vaso de cristal com folhas de prata.

Numa dessas noites em que jogávamos, dei um encontrão repentino na cristaleira e quebrei a peça preferida da minha mãe.

Meu vizinho, que estava em casa, viu o meu desespero. Pediu uma fita adesiva e começou a colar os pedaços, como um quebra-cabeça.

Não deu tempo. Logo minha mãe chegou e a primeira coisa que lhe mostrei era o que havia acontecido.

Achei que naquele dia ficaria de castigo. Minha mãe olhou a peça e, entristecida, se calou. Ela, melhor do que ninguém, sabia que era impossível juntar os pedaços. Eu não!

Demorei alguns anos para entender o significado de um cristal que se quebra. Hoje sei bem o que isso quer dizer. Eu também tenho uma cristaleira. Nesses anos, vários cristais se quebraram e nunca consegui recuperá-los. Eles foram substituídos. Nem sempre com a mesma beleza ou com o mesmo valor.

É… a vida também é assim!

Compartilhe este Post!

Sobre o Autor : mulheresdequarenta

1 Comentário

  1. Eugenio Reynaldo Palazzi 25/07/2012, 6:32 pm comentar

    Oi minha filha:
    Depois de um certo tempo lá vim eu consultar seu blog e que surpresa. Meu Deus!!!! Lembrei direitinho do cristal quebrado e do jogo de pingpong na mesa da sala de jantar. Ahhh que lindos e belos tempos. Que saudades!!! Chorei de emoção com essa lembrança. Tempos que não voltarão mais nessa passagem curta pela vida. Quem sabe na próxima………

    Beijo do papi

Deixe um comentário

Seu e-mail não será exibido.