Sexo no casamento

Muitas pessoas casadas têm se desabafado comigo. Elas amam os seus parceiros acima de tudo. Os anos fizeram com que se tornassem verdadeiros companheiros. Homens e mulheres que estão casados, vivem juntos, compartilham de bons momentos, são parceiros na educação dos filhos, trabalham para manter o lar e são bem sucedidos.

Mas reclamam da falta de sexo.

Mulheres bonitas, atraentes, vaidosas, fiéis e cheias de boas qualidades. Homens viris, atléticos, dispostos e cheios de vitalidade. Ambos reclamam de sua vida sexual. Acham que poderiam ter mais.

Um dos meus amigos me contou que ama sua mulher, mas que o fogo da paixão se apagou. Ele se sente mal com isso. Ela, pior ainda. Confesso que isso é horrível para a mulher. As mulheres se sentem desprestigiadas quando os homens param de lhes procurar.

Ao mesmo tempo em que ambos querem se relacionar enfrentam barreiras. Têm certos receios. Ficam com medo de tomar a primeira iniciativa. E esperam que o companheiro tome uma atitude. Tanto homens como mulheres.

Tenho uma amiga que resolveu fazer terapia de casal para resolver esse problema. Ela é jovem e bonita. O marido se diz apaixonado. Ele é atraente e fiel. Sempre foi. Mas estão distantes. Em algum momento se perderam no caminho. Deixaram apagar a chama do amor.

Muitos se perguntam se há solução para esse problema. Eu acredito que sim. Há solução. Sexo com amor é muito mais agradável. A intimidade faz com que isso aconteça melhor. Quando um conhece bem o outro sabe de suas preferências. E nos sentimos felizes em proporcionar ao outro momentos de prazer. Faz parte do amor. Nem sempre vale a pena procurar fora aquilo que você tem dentro de casa.

O que fazer para recuperar essa relação? Só vocês podem resolver essa situação. Claro que se estiverem brigados a coisa não vai rolar muito bem. Mas se o problema não for esse, tome uma iniciativa. Faça isso por vocês. Tente. Vá em frente e recupere o tempo perdido.

Sexo não tem idade para acontecer. Também não tem hora marcada. Se existe amor, melhor ainda. Se as coisas se perderam um pouco, tente recuperar. E você sabe muito bem como fazer isso. Não custa tentar, certo?

 

 

3 Comentários

  1. Vanessa, me parece que o verdadeiro e autentico Amor que se forma no decorrer de uma existência a dois, nem sempre inclui o sexo, pois este é físico e aquele é espiritual!. Pelo menos é assim que eu vejo o problema e a solução. Uma grande e imorredoura amizade, muito mais forte do que a mera paixão física!. O verdadeiro Amor sem cobranças, mas morrendo para si mesmo para ressuscitar no outro, participando do mistério da ressurreição do Cristo! As vezes a idade vai apagando a paixão mas fortalecendo o Amor.

    1. Eu acredito que não, um completa o outro , no meu caso procuro um parceiro que seja ainda viril, que tenha uma cabeça legal, que não seja careta em certos assunto, que seja franco e leal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Add to cart
AN