Recaídas

35mdqjdRecaídas acontecem. Nem sempre são inevitáveis.

Uma das minhas amigas viveu um período assim. Conheceu um homem logo após a sua separação. E claro que ficou extremamente empolgada com a nova situação. Afinal, faz bem alimentar o ego depois de uma decepção.

O fato é que nem sempre aquela relação é o que você espera. Você se frustra e faz um monte de comparações. E então você fica completamente amargurada.

Toma umas a mais pra ver se dá pra encarar o novo pretendente. E depois do encontro, quando chega em casa, segura os dedos entrelaçados e reza pra não cair em tentação.

Mas de repente, não mais que de repente, você entra numa enorme crise de carência e telefona para o seu ex. Faz propostas indecentes. Deixa o ego de lado e pede tudo aquilo que te satisfaz.

Sua mente é ousada e você faz algumas coisas pelas quais certamente se arrependerá no dia seguinte. Você releva tudo, esquece o que passou e curte aquele momento como se fosse único.

Mas bastam algumas horas de sono pra você cair na real. E quando você recobra a consciência, se dá conta de que aquela relação era doente, apesar dos bons momentos que viveram juntos.

Nunca é tarde pra voltar atrás. Todo mundo merece uma segunda chance. Mas pense bem se realmente vale a pena. Antes da recaída, faça a sua autoavaliação para não se decepcionar novamente.

Caso contrário, espere o próximo trem passar. Boa sorte!

Compartilhe este Post!

Sobre o Autor : mulheresdequarenta

4 comentários

  1. Rosangela Silva Ramos 04/09/2013, 4:38 pm comentar

    Sou separada a 6 anos, e estou no novo relacionamento.E tudo diferente.nao pode fazer comparaçao.bjm

  2. Luciana 04/09/2017, 3:33 pm comentar

    Nossa, to vivendo isto, ma separei, investi de cara num novo relacionamento e com certeza cai na besteira de comparar e consequentemente, não deu certo e com isto bateu saudades do ex… Mas to firme, vou resistir…

  3. Gisele 04/09/2017, 3:38 pm comentar

    Ih! Se o ex depender de uma recaída minha, de uma ligação minha, coitado! Dou o desprezo mesmo! Teve chance de se retratar. Achou que podia insultar minha inteligência, achou que estava sendo esperto. O risquei do mapa. Estou com a Síndrome do Seu Jorge: “Pois agora quem não quer sou eu!”

  4. Rosicler 04/09/2017, 6:29 pm comentar

    O ex deve ser deixado pra trás nada de recaída , ainda mais se foi ele q te deixou…..

Deixe um comentário

Seu e-mail não será exibido.