Quem não se coloca no lugar do outro não sabe o significado de EMPATIA

Empatia, uma palavra tão falada, mas que nem todo mundo sabe o que realmente significa. Apesar de que para nós, mulheres de quarenta, ser algo que já aprendemos com a maturidade, ainda assim, é comum que muitas pessoas esqueçam exatamente de como serem empáticas em determinados momentos.

Sabe quando você conta o seu sonho e alguém passa a desmerecê-lo? Quando você está empolgado com algo e diminuem a sua realização? Ou ainda, quando você passa por uma situação para lá de difícil, e uma pessoa a minimiza?

Pois bem, todas as situações anteriores representam falta de empatia.

Ter esse sentimento é diferente de ter pena, compaixão ou demais correlatos. Na verdade, ele é muito mais parecido com o termo “se colocar no lugar do próximo”, que pode ser tanto em momentos positivos, quanto negativos.

Veja algumas ações empáticas para entender melhor:

Ficar feliz por outra pessoa

Alegrar-se com a conquista de alguém, além de fazer com que ele mesmo se sinta bem, também aquece o nosso coração. É aquele querer bem que geralmente almejamos que tenham por nós.

Respeitar o problema alheio

Por mais que em nossa visão não compreendamos determinado problema como algo tão ruim, é importante que nós saibamos que cada pessoa tem a sua visão e direito de enchergar de determinada forma.

Respeitar o espaço dos outros

Não invada a área de alguém sem ter sido chamado. Isso por ser considerado tanto fisicamente ao entrar em um local que não lhe pertence, quanto relacionado a falas, dizendo algo que não lhe cabe e invada o sentimento de outro.

A melhor dica para ser empática é aprender a ouvir e saber se colocar no lugar do outro. Pratique!

Por: Jéssica Mayara (@jessica.mjornalista) – jornalista, redatora, revisora e gestora de redes sociais. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Add to cart
AN