O QUE AS MULHERES DETESTAM NOS HOMENS

080613_porque_curtirDepois do texto “O que os homens não gostam nas mulheres”, que tanto agradou o público masculino, fui obrigada a apresentar a defesa feminina. Fiz uma vasta pesquisa para chegar até aqui. Então vamos ao que interessa.

Filhinhos de mamãe – Não há relação que sobreviva quando o amor do homem pela sua mãe é doentio. Claro que já sabemos que nesse quesito não dá para concorrer, mas é preciso saber lidar muito bem com essa situação para não colocar tudo por água abaixo.

Homem projeto – Quando você pergunta no que o pretendente trabalha e a resposta é a de que ele está num projeto futuro, desconfie. Geralmente ele está falido e em algum momento precisará da sua ajuda financeira ou ainda tentará se mudar para a sua casa.

Dependência afetiva – Tá certo que ninguém quer um homem frio. Toda mulher precisa de carinho. Mas homens extremamente carentes não nos deixam seguras. Desculpem-nos a sinceridade, mas mulher gosta mesmo é de pegada. Nada de mi mi mi!

O covarde – Sabe aquele homem que é incapaz de fazer um elogio, que tem medo de se expor? Nós fugimos desse tipo. Quem quer se preservar a todo custo, torna-se incapaz de demostrar seus sentimentos. E esse tipo de relação não faz bem a ninguém.

O saudosista – Podemos até ouvir sobre o seu passado. Mas ele não precisa estar diariamente no nosso presente. Também não queremos saber das suas aventuras amorosas. Nem mesmo sobre o seu desempenho sexual no decorrer dos anos. Fale menos e prove mais.

Ciúmes doentio –  Os sinais são bem claros. E logo no início da relação já é possível detectar o tipo que adora uma cena. E nem precisa ser em público. O homem ciumento é inseguro e possessivo e fará com que a relação fique insuportável. Certamente em algum momento ele acabará sozinho.

O extremo vaidoso – Cuidar do corpo é sempre bom. Mas o culto excessivo pode incomodar. Vamos deixar bem claro que creme e esmalte são coisas de mulher. Tinta de cabelos também. Academia é legal sim, mas por favor, poupe-nos de fotos em trajes íntimos só pra mostrar o quanto você é gostosão.  Mulher não se liga nessas coisas. Até um gordinho pode ser mais sexy do que você se ele for bom de papo!

Homem dieta – Mulher gosta de doces e de chocolate. E esse papo de dieta nós já conhecemos muito bem, obrigada! Ninguém precisa nos lembrar disso. Se quisermos um sorvete, não hesitem em nos levar. E nada de sermões.

O tipo vulgar – Palavras chulas nos incomodam. Gestos vulgares também, principalmente na frente dos outros. Na intimidade, vale tudo, mas não nos tratem com desdém. Mulher gosta e precisa ser valorizada.

O tratante – Combinou, cumpra! E nada de desculpas esfarrapadas. Depois dos quarenta elas não colam mais. Mulheres têm sexto sentido. Se ocultar alguma coisa, elas podem até fingir que acreditam, mas no fundo sabem a real. Mentiras não serão toleradas. Traições muito menos.

O desleixado – Tenha certeza de que desde o primeiro encontro vocês estão sendo minuciosamente analisados: mãos, pés, unhas, cabelos, asseio, limpeza, cheiro, hálito, perfume, roupas, sapatos, estilo, entre outras coisas. O modo de se comportar num restaurante, numa festa ou numa reunião de amigos também é fundamental.

O mau humorado – Tem homem que reclama de tudo: é chato, grosseiro e respondão. Faz sempre os mesmos programas. Nunca está disposto a sair da rotina. É metódico e está sempre desanimado. Quer sua mulher com exclusividade e só aceita fazer a sua própria programação. Aí não né?

O baladeiro – Aquele tipo que ficou velho e não aceitou muito bem essa condição. Depois de separado, resolveu curtir novamente a fase da adolescência. Vai para a balada, enche a cara e se acha a última bolacha do pacotão.

O muquirana – Do tipo “vamos rachar” o lanche do Mc Donalds? Não, nem pensar. Tudo bem que a mulher já conquistou sua independência financeira, mas mesquinhez ninguém merece. Um pouco de delicadeza, por favor. Não seja deselegante.

Fora todos esses tipos, além do homem que fuma, aquele que usa meias brancas com sapatos pretos,  o que adora uma pochete e o que usa o molho de chaves dependurado na cintura, o que deixa a toalha largada e faz xixi fora da privada, nós não perdemos as esperanças. Continuamos na luta!

Vamos em frente companheiras! Rsrs

1 Comentários

  1. Querida Vanessa.

    Quanto ao primeiro parágrafo :
    Minha companheira, tem uma dedicação doentia pelos filhos(um casal).
    Eles teem 27 e 30 anos respectivamente. São casados.
    Sempre sou colocado em último plano como companheiro.
    Estamos juntos a 1,5 anos. Muitas veses sem nenhum motivo ela se bandeia para a casa de um, ou de outro, alegando compromissos, não quer que eu acompanhe, e nem o motivo de sua saida me explica.
    Fico a imaginar que não haverá espaço para mim, apesar que, tenho muito carinho e amor por ela.Acho que a reciploca não é verdadeira. Ela não ve ninguém além dos filhos. Estou nos limites de minha paciência.
    Minha pergunta é a seguinte :
    É claro que estamos numa posição invertida, porém, possivelmente você possa fazer alguma colocação sobre esses fatos do meu dia a dia.
    Abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Add to cart
AN