Incontinência urinária em mulheres maduras: como lidar sem desconforto!

A maturidade traz uma série de benefícios para toda a mulher, como autoconhecimento e bem-estar. Entretanto, muitas vezes, ela gera também algumas questões de saúde, como a incontinência urinária (IU).

Caracterizada pela falta de controle da bexiga, gerando pequena perda de urina em atos como espirrar, ela é causada por fatores diversos, como efeito colateral de medicamentos, fraqueza de alguns músculos, gravidez e entre outros.

Apesar de atingir tanto homens quanto mulheres, ela é prevalecente no sexo feminino, e de acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia, atinge 35% das mulheres com mais de 40 anos, após a menopausa, e 40% das gestantes.

Isso ocorre porque, além da uretra, há duas falhas naturais na mulher no assoalho pélvico: o hiato vaginal e o hiato retal. Deixando assim, mais frágeis os músculos que contraem a região pélvica, impedindo o vazamento da urina. Outras causas são:

  • Comprometimento da musculatura dos esfíncteres ou do assoalho pélvico;
  • Gravidez e parto;
  • Doenças que comprimem a bexiga;
  • Obesidade;
  • Tosse crônica dos fumantes;
  • Quadros pulmonares obstrutivos que geram pressão abdominal;
  • Bexigas hiperativas que contraem independentemente da vontade do portador.

Entretanto, a incontinência urinária não deve ser um problema para a vida da mulher, há uma série de opções disponíveis para lidar com ela de forma tranquila e sem dor de cabeça.

Uma delas é a Tena, um absorvente que tem a absorção duas vezes mais do que um padrão, acompanhado de um toque suave, trazendo mais conforto e segurança para um dia tranquilo.

A opção gera muito mais conforto para o seu dia a dia e tranquilidade.

Entre em contato, e conheça melhor: https://www.tena.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Add to cart
AN