Implante de reposição hormonal para mulheres de quarenta

Muito é falado sobre a Terapia de Reposição Hormonal para as mulheres de quarenta, isso porque, conforme envelhecemos, o nosso corpo diminui a produção de diversos hormônios, o que pode acarretar mudanças inconvenientes em nosso corpo.

Porém, apesar de muitas mulheres maduras precisarem fazer essa reposição, nem sempre elas se sentem à vontade de aplicar ou ingerir as doses periodicamente, seja por esquecimento ou por vontade de ter algo mais prático.

Pensando nisso, há alguns anos foi criada uma outra opção que tem se popularizado cada vez mais, que é o implante hormonal bioidêntico, chamado geralmente de “chip hormonal”, um material de silicone semipermeável, do tamanho de um palito de fósforo (cerca de 4 a 5 cm), que é colocado sob a pele na região do braço ou nas nádegas.

Aplicado de forma indolor por conta da anestesia local, o procedimento de inserção dura menos de 10 minutos. De forma segura, ele passa a jogar na corrente sanguínea os hormônios necessários para a pessoa de acordo com as suas particularidades, e também na dose devida.

Ele é muito indicado para diversos fins da saúde, desde como método contraceptivo, como também para mulheres que tenham endometriose, adenomiose, miomas, TPM, e também para a fase da menopausa.

Dentre os diversos efeitos gerados por ele, é possível salientar a melhora na libido por conta do aumento da testosterona feminina, eliminação de cólicas e TPM, aumento na disposição… Porém, tal como a própria ingestão de hormônios, em que é possível ter alguns efeitos colaterais, com esse método também há a possibilidade de reações como sangramento irregular e oleosidade da pele.

Entretanto, essas reações são reduzidas, uma vez que o hormônio é bioidêntico, isto é, com estrutura molecular igual aos hormônios produzidos pelo próprio organismo. Isso é possível, uma vez que ele é produzido por meio de amostras de urina de mulheres e homens.

Além dos benefícios médicos, há alguns também estéticos, porém, eles são secundários. Há alguns anos, houve uma grande polêmica nesse assunto, por muitas pessoas famosas estarem utilizando o método apenas para fins de beleza, fazendo até que ele fosse apelidado como “chip da beleza”. Entretanto, ele só deve ser utilizado em casos de saúde mesmo.

Se interessou? Procure seu médico, converse com ele e analise os prós e contras de usar o implante hormonal e a necessidade real disso.

Colaboração: Jéssica Mayara (@jessica.mjornalista)

Compartilhe este Post!

Sobre o Autor : Jéssica Mayara

0 Comentário

Deixe um comentário

Seu e-mail não será exibido.