Como evitar a flacidez após os 40 anos

 

Por Roseli Rossi 

A flacidez é temida em qualquer idade, mas próximo e após os 40 anos a tendência de aumentar pelo próprio processo de envelhecimento é maior.

Na verdade, este processo de envelhecimento começa aos 30 anos, mas a cada década ele se acentua e com isto nossas estruturas, também sofrem o desgaste do tempo.

A pele, já não fica tão sedosa e elástica, começa a ocorrer manchas, rugas e a temida flacidez.

Os músculos também tendem a diminuir e a gordura a aumentar!

Os cabelos ficam mais finos e caem com mais facilidade, sem contar com os fios brancos que começam a aparecer.

Internamente, também começa a ocorrer o envelhecimento dos nossos orgãos, como fígado, coração, rins, pâncreas, etc. assim consequentemente a função desempenhada por cada um.

O envelhecimento é um processo natural, a todo momento nossas células nascem e morrem, só que á partir de uma certa idade elas mais morrem do que nascem e desta maneira ocorre este processo.

Mas uma boa notícia!! Podemos retardar este processo através de condutas importantes no nosso estilo de vida! Ter bons hábitos alimentares, praticar exercícios físicos e cuidar da alma freia este processo.

A flacidez esta relacionada também com o “efeito sanfona”, ou seja, quando a pessoa ganha ou perde peso com muita frequência.  Com o tempo, a nossa produção de colágeno, a proteína que dá sustentação à pele, diminui naturalmente, além disto, a má alimentação, o sedentarismo, o excesso de exposição ao sol e o fumo, além de favorecerem a flacidez, que pode ser cutânea ou muscular.

 

Os alimentos piores para a flacidez:

1 – Carboidratos refinados;

2 – Gorduras saturadas e trans;

3 – Excesso de sal;

4 – Alimentos processados e embutidos;

5 – Alimentos industrializados.

 

Os alimentos melhores para combater a flacidez:

 

  • Alimentos antioxidantes, como vegetais de cor verde, frutas cítricas e sementes, ajudam a combater os radicais livres e ainda a fazer uma limpeza no organismo, tirando suas toxinas. As frutas vermelhas, por exemplo, têm poderosa ação antioxidante.
  • Proteínas em quantidades e qualidades adequadas, como carne, peixes e frango, feijões, quinoa, iogurte, que fornecem aminoácidos ao organismo, essenciais para a formação dos músculos, deixando tudo durinho.

  • Evite as gorduras saturadas e foque nas mono e poli-insaturadas, as famosas gorduras do bem. Sementes e castanhas, azeite de oliva, óleo de coco.
  • Consuma alimentos que contêm nutrientes que ajudam na formação de colágeno. A aveia é fonte de silício, fundamental para a produção dessa proteína. Goiaba, acerola, laranja, morango são alimentos ricos em vitamina C. Já as castanhas, amendoim, nozes e sementes são fonte de zinco, outro nutriente requisitado para a produção do colágeno também.
  • A hidratação é fundamental, para eliminar as toxinas, evitar inchaços, e levar todos estes nutrientes até as células.

Desta maneira você chegará aos 50, 60, 70 anos na sua melhor forma física e mental!

Roseli Rossi  é  colunista do Mulheres de Quarenta. Nutricionista formada pelas Faculdades Integradas São Camilo (CRN 2084 /1983), com título de Especialista em Nutrição Clínica concedido pela ASBRAN – Associação Brasileira de Nutrição. Pós Graduada nos cursos de especialização de Planejamento, Organização e Administração de Serviços de Alimentação; Fitoterapia Aplicada à Nutrição Funcional e Nutrição Ortomolecular com Extensão em Nutrigenômica. É Diretora da Clínica Equilíbrio Nutricional e autora dos Livros: “Saúde & Sabor com Equilíbrio” – Receitas Infantis, “Saúde & Sabor com Equilíbrio” – Receitas Diet e Light Volumes I e II, Colaboradora do livro Nutrição Esportiva – Aspectos relacionados à suplementação nutricional e autora do Livro “As Melhores Receitas Light da Clínica Personal Diet”.

Compartilhe este Post!

Sobre o Autor : mulheresdequarenta

1 Comentário

  1. Cristina Nagel 02/04/2018, 9:06 pm comentar

    Eu tenho 60 anos alguma dica para essa idade?

Deixe um comentário

Seu e-mail não será exibido.