Como aumentar o benefício das sementes

As sementes e os frutos secos – nozes, castanhas, pinhões, amêndoas e outros semelhantes – são ricos em nutrientes, gorduras saudáveis e fibra e têm muita importância na dieta alimentar que escolhemos. Mas, se você as consome, seria bom que soubessem como aumentar seus benefícios à saúde.

Como assim ??

Normalmente a gente consome sementes como nozes e amêndoas, tostadas, em açúcar ou sal, ou misturadas com outros alimentos, mas, saiba que o processo de tostar – levar ao forno – lhes retira uma grande parte dos seus óleos naturais, que são uma de suas maiores riquezas.

Para evitar esta perda talvez você possa começar a consumi-las cruas, ou tostar em casa (forno baixo – 50graus), com um óleo de boa qualidade (azeite de oliva extra virgem e consumidas de imediato ou armazenar em pote de vidro bem fechado em lugar fresco e sem luminosidade).

Para tirar o maior proveito da riqueza nutricional das sementes de oleaginosas o indicado é você colocá-las, cruas, de molho em água, por várias horas (ou toda a noite, para usá-las no dia seguinte).

O fato de se colocar as sementes de oleaginosas de molho durante horas vai reduzir seu conteúdo em ácido fítico, que é a forma em que essas plantas armazenam o elemento fósforo.

Quando há muito ácido fítico no alimento – caso das sementes oleaginosas, grãos e leguminosas em geral – o fósforo, nessa forma, sequestra outros elementos que são importantes para a nossa nutrição e estes – ferro, zinco, cálcio, magnésio, manganês – ficam indisponíveis para a absorção pela mucosa intestinal e, portanto, indisponíveis para nosso uso.

A carência desses elementos sequestrados resulta em problemas de desnutrição acentuada apesar da ingestão de quantidades adequadas do alimento e, consequentemente, em problemas de saúde como, por exemplo, a osteoporose (quando há carência de magnésio e cálcio).

Claro que se você só consome um ou outro punhado de amêndoas, ou nozes, como aperitivo (e é uma delícia!), a quantidade de ácido fítico que entrará no seu sistema não será significativa, mas, se você come das oleaginosas diariamente, então já poderá se tornar um problema.

Todo o problema decorre de que nosso organismo não sintetiza a enzima fitase, que rompe o ácido fítico e que é sintetizada por alguns animais, mas, podemos conseguir enzimas suficientes pela ativação dos frutos secos pelo molho prolongado, a germinação ou a fermentação, que são processos naturais.

Os frutos secos – nozes, amêndoas, castanhas e seus similares – contêm inibidores enzimáticos que são produzidos naturalmente e que previnem a germinação prematura destas sementes. Então, todo o processo é para quebrar esse circuito de inibição da germinação.

Essas sementes possuem tais inibidores enzimáticos pela necessidade que a planta tem de esperar melhores condições de germinação para que se possa reproduzir – isso tem a ver com calor e umidade ambientais – mas, esse é um processo que não é benéfico quando nos alimentamos delas.

Roseli Rossi  é  colunista do Mulheres de Quarenta. Nutricionista formada pelas Faculdades Integradas São Camilo (CRN 2084 /1983), com título de Especialista em Nutrição Clínica concedido pela ASBRAN – Associação Brasileira de Nutrição. Pós Graduada nos cursos de especialização de Planejamento, Organização e Administração de Serviços de Alimentação; Fitoterapia Aplicada à Nutrição Funcional e Nutrição Ortomolecular com Extensão em Nutrigenômica. É Diretora da Clínica Equilíbrio Nutricional e autora dos Livros: “Saúde & Sabor com Equilíbrio” – Receitas Infantis, “Saúde & Sabor com Equilíbrio” – Receitas Diet e Light Volumes I e II, Colaboradora do livro Nutrição Esportiva – Aspectos relacionados à suplementação nutricional e autora do Livro “As Melhores Receitas Light da Clínica Personal Diet”

 

Compartilhe este Post!

Sobre o Autor : mulheresdequarenta

0 Comentário

Deixe um comentário

Seu e-mail não será exibido.