Anjo de guarda ou mentor espiritual?

Você sabe qual é a diferença entre Anjo de Guarda e Mentor Espiritual?

Nosso amigo espiritual é popularmente conhecido por vários nomes: anjo de guarda, mentor, amparador, guia, guardião ou protetor. Mas, o termo utilizado não importa, o fundamental é descobrir qual é a melhor forma de interagir com ele.

Conscientes do fato ou não, todas as pessoas possuem pelo menos um amigo espiritual comprometido a lhe ajudar durante a vida. Porém, de acordo com a atuação da pessoa ela pode ter vários amigos espirituais. Quanto mais responsabilidade a pessoa tem em relação a outras vidas, mais amigos espirituais estarão empenhados em seu amparo. Dirigentes espirituais, presidentes de instituições mundiais e países são acompanhados por um maior número de guardiões, esse fato ocorre devido ao seu poder de decisão e influência sobre as pessoas. O problema é que os grandes líderes são alvo frequente de ataques espirituais, porque os magos trevosos desejam instalar o caos e o sofrimento coletivo. A eficiência desse amparo extra depende da postura ética e moral do dirigente em questão, de acordo com seu Livre-Arbítrio, o responsável poderá estabelecer uma parceria com os trabalhadores espirituais da luz, ou das sombras.

Apesar de também serem chamados de anjos de guarda, nossos amigos espirituais não pertencem à hierarquia angelical divina. Nossos mentores pessoais podem nos auxiliar muito, estão libertos da limitação tridimensional e desfrutam de maior discernimento e sabedoria que nós. No entanto, eles são seres ainda em evolução e com o tempo precisarão reencarnar na Terra. Cada pessoa pode contar com o auxílio do mentor e também do anjo de guarda, mas estes pertencem a diferentes categorias de assistência espiritual. Os anjos habitam as esferas celestiais elevadas e não têm a obrigação de reencarnar. Porém, os anjos podem se manifestar na forma corpórea quando motivados pelo anseio de atuar em missão de auxílio. Quanto mais evoluído é um espírito, mais difícil é o seu contato com o plano material da vida.

Mentor não é babá espiritual!


A utilização do termo anjo de guarda induz as pessoas a criarem uma ideia fantasiosa com relação aos mentores espirituais, eles desejam e podem colaborar, mas não podem fazer milagres. A forma correta de interagir com os mentores é através da parceria, não adianta pedir ajuda e não se colocar em postura para receber. Não há como o mentor lhe auxiliar a emagrecer se você só compra e ingere alimentos altamente calóricos. O mentor pode contribuir para que você sinta menos fome, lhe inspirar a gostar de legumes e verduras, mas só você pode mudar os seus hábitos alimentares. É preciso sair da posição de pedinte espiritual, aquele que só pede e nada oferece, devemos fazer a nossa parte para que eles façam a deles. Os mentores não são nossos chefes ou funcionários, nunca irão atacar aqueles por quem nutrimos o desafeto e atender aos caprichos do nosso ego, mentor não é babá espiritual.

Quem são os Mentores Pessoais?
Nossos mentores espirituais são pessoas extrafísicas que já alcançaram um grau de pureza maior que o nosso, porém, não estão muito distantes de nosso nível evolutivo. Em outras vidas eles podem ter sido nossos parentes, ou algum amigo muito próximo. Vivendo agora no plano espiritual, eles se dispõem a trabalhar na tarefa de auxílio aos encarnados. Para assumir tal função, esses espíritos foram selecionados e preparados de acordo com os desafios que vamos enfrentar na vida carnal. Eles conhecem profundamente nossas qualidades e defeitos, atuam principalmente nos fornecendo inspiração e proteção contra adversários físicos e espirituais de vidas passadas. Sempre respeitando as leis divinas, seu objetivo é nos assistir na realização de nossa missão evolutiva na Terra.

Como perceber a presença do Mentor Espiritual?


O conhecimento da ciência neurolinguística pode ser utilizado como uma bússola para identificar qual é a nossa forma de conexão com os amigos espirituais. O reconhecimento da presença do mentor está relacionado ao tipo de percepção que cada um possui. Existem pessoas que tem a percepção visual mais aguçada, elas conseguem ver vultos, ou até mesmo podem enxergar claramente seu mentor. Há pessoas que possuem a percepção auditiva mais desenvolvida, elas costumam escutar a voz de seu mentor dentro da mente. Outras pessoas são as chamadas cinestésicas, estas assimilam a presença do mentor através de sensações físicas, como arrepios, pressão no corpo, calor ou frio. Esse processo de senso percepção é uma capacidade natural do organismo humano. Todas as pessoas podem estabelecer uma comunicação com seus mentores e o plano espiritual, independente de crença ou religião.

Quando os Mentores não podem ajudar?
Existe uma situação em que a interferência dos mentores em nossa vida fica impedida, quando nos distanciamos da sintonia vibracional em que eles atuam. Ao alimentar pensamentos, sentimentos e atitudes negativas, perdemos a conexão com nossos amigos espirituais da luz. Os mentores permanecem ao nosso lado, nos enviam fluídos, inspirações e oram por nós, mas não conseguem auxiliar, pois não existe a possibilidade de conexão entre vibrações energéticas tão distintas.

Como se comunicar com seu amigo espiritual?

A comunicação com seu mentor é simples e natural, procure um ambiente calmo e respire tranquilamente. Do seu jeito, eleve seus pensamentos a Deus e chame seu mentor. Agradeça por todas as orientações, paciência, lealdade e proteção que ele tem lhe oferecido durante a vida. Diga mentalmente a ele que você quer conhecê-lo melhor, que quer colaborar para que a ligação entre vocês seja mais clara e próxima. Faça uma pergunta e silencie sua mente para captar a resposta. O sucesso da ajuda que os mentores nos oferecem está diretamente relacionado ao tipo de vida e esforço pessoal que realizamos. Apesar de serem invisíveis aos olhos físicos, os mentores espirituais são os nossos melhores amigos.

Gisela Campiglia

Formada em psicologia, física quântica, bioenergia e metafísica. Trabalha com desenvolvimento pessoal, promove palestras, escreve artigos e é colunista do Mulheres de Quarenta.

Compartilhe este Post!

Sobre o Autor : mulheresdequarenta

0 Comentário

Deixe um comentário

Seu e-mail não será exibido.