Alimentos termogênicos

Por Roseli Rossi

Os alimentos termogênicos são muito falados para quem quer emagrecer ou prática atividade física, mas muita gente não sabe bem o que é, como agem, como se consome e até mesmo se tem algum efeito colateral. Saiba um pouco mais sobre eles lendo esta matéria….

Termogênese alimentar é a energia que consumimos para processar e digerir os alimentos. Se uma pessoa consome ingredientes hipercalóricos, notará que transpirou após a refeição, porque o organismo procura eliminar, sob a forma de calor, a energia que está sendo armazenada sob a forma de gordura. Mas existem alguns alimentos, chamados termogênicos, que tema ação em aumentar a atividade metabólica e consequentemente a queima de calórica, como o café, o chá verde e a pimenta.

  • Pimenta Vermelha: Esse tipo específico de pimenta é rica em capsaicina, substância que favorece o aumento da quebra de gorduras no tecido adiposo. Ela aumenta em até 20% a atividade metabólica se ingerida na quantidade de três gramas por dia, podendo ser adicionada em saladas e pratos quentes.

Ativo: capsaicina | Ação: estimulante do metabolismo (3 a 4 g/dia).

  • Chá verde (Camellia sinensis): Assim como a pimenta, esse chá favorece a utilização da gordura corporal como fonte de energia em função do estimulo metabólico. Para que o efeito aconteça, o consumo deve ser em média de cinco xícaras de chá por dia durante três meses. Mas, cuidado: quem tem insônia não deve ingerir o chá verde na parte da tarde ou noite.

 

Ativo: polifenóis | Ação: estimulante, estimula lipólise e aumenta metabolismo. 3 copos   240 a 300mg de polifenóis.

  • Canela: Além de aumentar o metabolismo basal, a canela possui alto teor de cálcio mineral, substância importante para o emagrecimento. Polvilhada por cima de frutas (aproximadamente uma colher de chá rasa), contribui com o emagrecimento e ainda torna a refeição deliciosa.
  • Cafeína: A cafeína estimula a lipólise por inibir uma enzima chamada fosfodiesterase. Lipólise é um processo de quebra de células de gordura (adipócitos) estocadas em nosso corpo para gerar combustível para queimar durante os momentos que o corpo necessita de um extra de energia para manter as atividades musculares que estão sendo exigidas. Este é o famoso efeito termogênico da cafeína, ou seja, ao transformar a gordura em fonte de energia há geração de calor e elevação da temperatura corporal (termogênese).Estudos mostram que a cafeína pode aumentar de 3 a 16% da taxa metabólica basal. Seu poder termogênico aumenta mais ainda quando associada com a capsaicina e catequinas.

Ativo: cafeína | Ação: estimulante de Sistema Nervoso Central. 50 a 200 mg/ dia. 1 a 3  xícaras de café expresso

  • Gengibre: Essa raiz pode aumentar o gasto calórico em mais de 10%. O gengibre pode ser consumido de diversas formas, cru, em marinadas para temperar carnes, aves e peixes, e ainda fica ótimo em molho de tomate, sopas de legumes e chá, quando misturado com outras ervas.

Ativo: gingerol |Ação: Tonico e sudorífero, 1pedaço de 2cm de2 a 3x/dia.

  • Chá de hibisco: Esse chá, assim como os demais termogênicos, aumenta a temperatura corporal durante a digestão e, conseqüentemente, aumenta o metabolismo.

CONTRA INDICAÇÕES

– Pessoas com hipertireoidismo não deve ingeri-los, visto que o metabolismo já está muito elevado, o que aumenta o risco de perda de massa muscular;

– Pessoas com cardiopatias, hipertensão, enxaqueca, úlcera, disfunções neurológicas e alergias não devem abusar desses alimentos, pois eles podem levar ao aumento da pressão arterial, hipoglicemia, insônia, nervosismo e taquicardia;

– Crianças e gestantes;

CUIDADO COM AS QUANTIDADES!

As doses sempre devem ser individualizadas, mesmo quando consumir os alimentos termogênicos.

As suplementações sempre devem ser prescritas por nutricionistas.

QUANDO TOMAR

Vale ressaltar que o consumo dos alimentos termogênicos, não deve ser feito no período noturno para não prejudicar o sono.

A maioria das pessoas utilizam termogênicos pré exercícios físicos, porém o mais lógico seria consumir estes alimentos após os exercícios, ao longo do dia, para manter seu metabolismo acelerado mesmo após o término do treino.

Com exceção de quem pratica exercícios físicos à noite, daí iniciaria o uso pela manhã, até no máximo ás 17 horas.

Roseli Rossi  é  a nova colunista do Mulheres de Quarenta. Nutricionista formada pelas Faculdades Integradas São Camilo (CRN 2084 /1983), com título de Especialista em Nutrição Clínica concedido pela ASBRAN – Associação Brasileira de Nutrição. Pós Graduada nos cursos de especialização de Planejamento, Organização e Administração de Serviços de Alimentação; Fitoterapia Aplicada à Nutrição Funcional e Nutrição Ortomolecular com Extensão em Nutrigenômica. É Diretora da Clínica Equilíbrio Nutricional e autora dos Livros: “Saúde & Sabor com Equilíbrio” – Receitas Infantis, “Saúde & Sabor com Equilíbrio” – Receitas Diet e Light Volumes I e II, Colaboradora do livro Nutrição Esportiva – Aspectos relacionados à suplementação nutricional e autora do Livro “As Melhores Receitas Light da Clínica Personal Diet”.

 

Compartilhe este Post!

Sobre o Autor : mulheresdequarenta

0 Comentário

Deixe um comentário

Seu e-mail não será exibido.