A inveja

Quem nunca foi vítima desse sentimento vil? Beleza, felicidade, fama e sucesso nos seus empreendimentos despertam inveja das pessoas que convivem com você, infelizmente. Da forma mais branda, o invejoso tenta se aproximar. Cortêz, à primeira vista. Ele te elogia e falsamente te admira, mas tudo o que o invejoso quer é ser quem você é ou ter as mesmas coisas que você tem.

Ele não consegue por si próprio e não admite a sua ascensão. Ele te diminui para que possa se sobressair. O invejoso não tem brilho próprio. Não consegue se erguer por si só e se incomoda com o seu sucesso. De alguma forma, ele vai tentar de derrubar. E as formas utilizadas para isso podem ser as piores possíveis.

Cinderela viveu na pele os percalços da inveja da sua madrasta e suas “meias irmãs”. Caim chegou até as últimas consequências e matou seu irmão Abel. Ficção ou realidade, a grande verdade é que ela existe e, acredito eu, não tem fim. O invejoso persegue o seu caminho para chegar onde quer. E tudo pode acabar bem mal. Na atualidade, lembro-me bem de um caso de uma subordinada que matou a própria chefe. Ela não aguentou a pressão. Usou das piores artimanhas para se livrar daquela que com seu próprio esforço e pelas suas qualidades alcançou os seus objetivos.

Li um artigo de Alexandre Bez que me fez refletir sobre esse pecado capital, presente desde os primórdios na vida da humanidade. Inveja: o inimigo oculto.

Veja um trecho do texto:

“A falsa doçura encobre o invejoso, fornecendo poder para que, como inimigo oculto, possa calmamente arquitetar com primazia as táticas de destruição. Ele precisa de qualquer jeito e, a todo custo, derrubar o invejado, estragando suas conquistas e realizações profissionais, familiares ou amorosas. A espera, a cautela, o planejamento, o cálculo apurado, o desejo senil e o sadismo são apenas algumas das tantas características que envolvem a mente psicótica dos invejosos. Os invejosos se acham injustiçados por não serem como os invejados que tanto almejam ser. O invejoso não consegue conviver com a ideia de que seu amigo é feliz, ou mais feliz do que ele, portanto se coloca numa posição de autodefesa e de ataque surpresa, criando uma verdadeira situação de guerra, mesmo que unilateral. A insanidade do invejoso é tão surreal que ele despreza as suas capacidades e também suas reais condições de superioridade quando essas estão presentes.”

É preciso estar alerta para poder identificar e desmascarar as atitudes dos invejosos. Que você possa, ao menos, se proteger deles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Add to cart
AN