Maquiagem para pele madura

Maquiagem para pele madura

IMG-20160810-WA0038Depois de passar um dia incrível com as amigas Patrícia Magalhães, fotógrafa e proprietária do Valentina Studio e com a jornalista e maquiadora Fernanda Libretti, resolvemos fazer um post especial com dicas de maquiagem para as Mulheres de Quarenta. A Fernanda é especialista em preparar peles maduras. Ela fez uma maquiagem bonita e natural para que eu pudesse participar do meu Dia de Diva, no Valentina Studio. Hoje, ela participa do nosso blog com essas dicas super bacanas para nós. Espero que gostem. Eu adorei!

 

By Fernanda Libretti

A maquiagem para pele madura tem alguns aspectos diferentes da make feita em uma pele mais jovem, mas não é nenhum bicho de sete cabeças. A regra principal (vale para todas, ok?) é que menos é mais. Quanto menos produto você usar, mais natural e mais fácil será  disfarçar as rugas e linhas de expressão.

13891923_1126466014079495_3270969969391223954_n

A pele madura geralmente é mais seca então nunca se esqueça do fator hidratante, seja na escolha da base ou na hora dos seus cuidados diários. Evite também o efeito mate, uma pele natural e iluminada com aspecto de saudável vai te deixar com a aparência mais jovem.

E por que estamos falando disso? Hoje trouxe algumas  dicas para quem já não tem mais 18 anos mas quer arrasar na beleza!

Acerte na make!

Com a pele limpa, tonificada e hidratada é hora de preparar o rosto com o primer. É ele que vai fazer a sua base deslizar com mais facilidade, fechar os poros e diminuir as linhas de expressão. Procure um primer que seja siliconado.

blur-natura-2

Natura Una Blur Me Prime / preço sob consulta (foto: reprodução)

Smashbox Primer Photo Finish / preço sob consulta (foto: reprodução)

Smashbox Primer Photo Finish / preço sob consulta (foto: reprodução)

 

Quer dicas de corretivos? Aí vai!

radiant-creamy-concealer-nars-claudinha-stoco-2

Corretivo líquido Nars / preço sob consulta (foto: reprodução)

natura_Corretivo_Facial_Cor_Bege_Claro_1

Corretivo líquido Natura Aquarela / preço sob consulta (foto: reprodução)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A base para este tipo de pele tem que ser fluida de acabamento natural ou luminoso que disfarça melhor a aparência e o melhor corretivo é o líquido. E o pó? Permitido apenas na zona T e se possível use o translúcido.

Base líquida Mary Kay TimeWise efeito luminoso / preço sob consulta (foto: reprodução)

Base líquida Mary Kay TimeWise efeito luminoso / preço sob consulta (foto: reprodução)

Pó translúcido Antibrilho Quem Disse Berenice? / preço sob consulta (foto: reprodução)

Pó translúcido Antibrilho Quem Disse Berenice? / preço sob consulta (foto: reprodução)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Base Maybelline Super Stay 24h / preço sob consulta (foto: reprodução)

Base Maybelline Super Stay 24h / preço sob consulta (foto: reprodução)

Pó translúcido MAC / preço sob consulta (foto: reprodução)

Pó translúcido MAC / preço sob consulta (foto: reprodução)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Na hora de escolher a sombra evite as cintilantes que chamam demais a atenção para a região e faz com que as pálpebras  aparentem  ser muito caídas e não se esqueça do rímel que levanta qualquer olhar. Já as sobrancelhas podem ser preenchidas com lápis ou sombra marrom com um pincel chanfrado. Não esqueça de esfumar para obter um resultado mais natural.

Contorno e um pouco de iluminador estão liberados, mas sem exageros e nos pontos certos.

Quer dicas de rímel, com preço bom e alta qualidade?

big-e-illusion-mascara-extra-volume-com-efeito-de-cilios-posticos-10g-avon

Máscara para cílios Big Illusion Avon / preço sob consulta (foto: reprodução)

PROD_82638920141216020727

Máscara para cílios The Colossal Volum’ Express Maybelline / preço sob consulta (foto: reprodução)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

E se te disserem pra não usar batom escuro, esqueça! Qualquer cor fica bem. Se joga!

A Fernanda Libretti está no face e também no instagram. Confiram e sigam suas dicas super especiais!

E se você quiser um Dia de Diva com a Patrícia Magalhães, entre em contato com a equipe do Valentina Studio. Eu recomendo.

Olha aí mais um pouco do nosso ensaio! Até a próxima, meninas! Beijo!

Van

Van 1

Divando

Divando

13924854_10154004308508402_6889974802535197672_nEnvelhecer realmente é uma arte. O tempo é implacável, não há como negar. A nosso favor temos a ciência, que faz com que principalmente nós, mulheres de quarenta, tenhamos algumas vantagens na área da estética.

O fato é que nem todo mundo consegue assumir a idade sem se preocupar com o que os outros vão falar. Eu, ao contrário, sempre tive muito orgulho em dizer minha idade. Em especial, quando lancei o blog Mulheres de Quarenta há exatos cinco anos. Seria impossível mentir!

Hoje, aos quase 45, sinto-me bem, realizada, sem traumas, sem medos, sem vergonha e sem medo de ser feliz. E é claro que não encaro com tanta felicidade as rugas ao redor dos olhos, a testa franzida e os cabelos brancos que insistem em aparecer mês a mês.  Mas confesso que eles me remetem à vivência e a todas as experiências que tenho e que me tornaram melhor do que eu era antes.

Mas porque toda essa ladainha? Para contar a vocês que, a convite da amiga Patrícia Magalhães, do Valentina Studio Fotografia, decidi fazer um ensaio fotográfico digamos assim, um pouco mais ousado. Ela faz um trabalho especializado para mulheres da nossa faixa etária.

Claro que eu jamais toparia fazer um trabalho que não fosse de qualidade. Mesmo porque aos quarenta, não tenho nenhuma pretensão.

Ao checar as fotos, vi um trabalho de extremo bom gosto e altamente profissional. A elegância e o requinte das fotos me animaram a ter o meu dia de modelo. E lá fui eu!

13995655_10154004818623402_7870015584748653127_o

Quero dividir com vocês, o maravilhoso trabalho da Valentina Studio Fotografia, feito pela querida e adorável Patrícia Magalhães e dizer que meu dia foi divertidíssimo. Adoramos brincar com as roupas, os acessórios e os vários ambientes que ela cria para que tudo saia com perfeição. A Patty me deixou super a vontade para fazer o que eu quisesse e o resultado…é esse aí!

13988168_10154004308213402_6132157492600844346_o 13938219_10153999817313402_8834733924122650079_o

Ah…vou deixar para que vocês façam uma avaliação.

13963002_10154005137228402_4876141108320061165_o 14054503_10154004818853402_4931197990027592995_o 13988149_10154001928668402_6387403676359745447_o

Gostou? Conheça mais o trabalho da Patrícia Magalhães do Valentina Studio Fotografia.

Para curtir a fanpage do Valentina Studio Fotografia, clique aqui ou através do Instagram.

Para maiores informações, acesse o site: http://www.valentinaestudio.com

Make up by Fernanda Libretti

 

O mistério do orgasmo feminino 

O mistério do orgasmo feminino 

É um mistério que tem intrigado cientistas há séculos: qual o papel do orgasmo feminino?No homem, o orgasmo está diretamente relacionado à transferência de esperma, mas nas mulheres o orgasmo n&ati

Fonte: Cientistas dizem ter resolvido mistério do orgasmo feminino – 01/08/2016 – UOL Estilo de vida

Mulheres chatas

Mulheres chatas

adiar-coisas-chatasMuitas das minhas descobertas acontecem na mesa de um bar ou de um restaurante. Num dos meus últimos jantares, sentei-me ao lado de duas mulheres jovens, por volta dos seus trinta e poucos anos que conversavam sobre trabalho. Afff…

A conversa era um tanto quanto chata para àquela hora da noite e eu jamais pensaria em tratar daqueles assuntos no meu jantar.

Tá certo. Eu sei que há almoços de negócios, mas jantar? Jantar? Ninguém merece!

Imediatamente chamei o garçom e confesso que, um tanto quanto aborrecida com a conversa, pedi que me mudasse de lugar, afinal a minha companhia era muito boa para desperdiçar ouvindo aquela conversa.

Ainda assim, as duas moças não paravam de falar sobre as suas conquistas nos negócios. E não havia meios de deixar de ouvir, já que elas se pronunciavam em alto e bom tom.

Confesso que foi uma das poucas vezes que eu não me interessei pela conversa alheia. Eu sempre quero ouvir o que as pessoas estão falando. Principalmente quando mulheres estão sentadas ao lado da minha mesa. Sempre acabo tendo um prato cheio para as minhas inspirações. Ou ainda faço amizades e participo da conversa.

Quando se trata de algum assunto sobre relacionamentos, intimidades eu fico ligadíssima no assunto. Quero mesmo saber se as pessoas pensam como eu. Adoro ouvir uma história interessante, ver como as mulheres se comportam. Isso faz parte do minha pesquisa com as mulheres bem como das conclusões que tiro a respeito dos homens.

Ao contrário daquelas duas mulheres chatas – desculpem a minha sinceridade – os encontros com as minhas amigas são recheados de bobagens. Comentamos sobre as amigas, sobre relacionamentos, falamos sobre sexo, filhos, moda, damos dicas de beleza, trocamos cores de esmaltes, falamos sobre cremes milagrosos, a nova dieta, a necessidade de malhar e assim por diante. Abrimos um vinho, damos risadas de nós mesmas e  finalizamos brindando até mesmo as nossas derrotas que nos fazem ser melhores do que éramos antes.

Papos divertidos me agradam. E aos homens que estão ao redor também. Portanto, vocês mulheres de 30, que logo mais serão as de 40, tentem ser menos executivas. Sejam, ao menos, um pouco mulher. Os homens vão adorar!

 

Coragem para voltar ao lugar onde partiram seu coração

Coragem para voltar ao lugar onde partiram seu coração

Voltar para o lugar onde nos fizeram sofrer é um ato de valentia que pode parecer pequeno, mas nos transforma em heróis do dia a dia. Muitas vezes evitamos voltar ao lugar que nos provoca um sentimento muito intenso e recordações desagradáveis.

Fonte: Você é corajoso porque voltou ao lugar onde partiram seu coração

Eu me retiro

Eu me retiro

110111_1737_CoraoGelado12Muito comum nos fins dos relacionamentos, nos darmos conta do que realmente vivíamos. Nem sempre aquela relação era perfeita como você gostaria que fosse.

O fato é que ninguém enxerga. Talvez pela boa vontade de um dos lados de que tudo desse certo. Pelo romantismo e ilusão de se ter uma vida feliz para todo o sempre. Mas já sabemos que a felicidade é um momento. Que ela pode e deve ser conquistada todos os dias e que depende única e exclusivamente de nós mesmos.

Mas dentro da relação nem sempre é fácil enxergar os vícios, as manias insuportáveis e tantas outras coisas que na rotina diária não tem nada a ver com você.

Eu sou e sempre fui uma pessoa alegre, espontânea, rodeada de amigos. A vida social me agrada. Não preciso de muito para ser feliz. Consigo retirar das coisas mais simples uma satisfação incrível. Às vezes o requinte excessivo me desagrada. Cansa-me. Isso não quer dizer que não aprecio as coisas boas da vida. De toda forma, prefiro quando posso aproveitá-las do meu jeito.

Adoro comer um sanduíche no sofá vendo TV. E que se dane se caírem migalhas no chão. Também quero sair da mesa quando me der vontade ou dormir mais cedo porque estou cansada de tanto trabalhar. Ao contrário, posso passar a noite toda jogando conversa fora, rindo de mim mesma ou de alguma graça que minhas filhas tenham feito.

A grande verdade é que quando estamos num relacionamento dificilmente conseguimos enxergar a realidade. Os hábitos fazem com que você se acostume com tudo. E como se quer muito ser feliz, não é tão difícil aceitar. Ambos se conformam, muitas vezes, com a mediocridade em que vivem. Outros vestem-se da sua infelicidade interior e buscam fora outras alternativas para mascarar suas falhas e suas frustrações mas se esquecem, que a qualquer momento, elas voltarão á tona. E aí, pode ser tarde demais.

O fato é que verdadeiramente passamos a enxergar o passado quando nos projetamos para o futuro. E chegamos a conclusão que ele pode, e certamente será, muito mais promissor do que se pode esperar.

Eu confio!

Algumas-vezes-é-preciso-silenciar-sair-de-cena-e-esperar-que-o-tempo-nos-traga-as-respostas.

A parábola da cobra

A parábola da cobra
serepente-e-vagalume-bloksUm homem cruza uma tempestade de neve, quando escuta um ruído. Vê uma cobra, ferida e quase morta de frio. “Me ajuda!”, diz ela.
“Você é perigosa”, responde o homem.
“Não vê que estou quase morrendo, e não posso lhe fazer mal nenhum?”, implora a serpente.
Compadecido, o homem a recolhe, e leva para a sua casa.
Durante algum tempo convivem em harmonia. Mas um dia, enquanto acariciava a cabeça da cobra, ele recebe uma mordida fatal.
“O que é isso?”, diz o homem, a beira da morte. “Salvei sua vida, lhe dei comida, carinho – e agora você me envenena?”
E a serpente responde: “mas você sabia que eu era uma cobra, não sabia?”

As relações que duram mais dependem de duas coisas básicas

As relações que duram mais dependem de duas coisas básicas

Se você parar agora e analisar quantos casais você conhece que se casaram e se divorciaram, certamente terá que anotar, ou perderá a conta.

Fonte: Ciência comprova: As relações que duram mais dependem de 2 coisas básicas – Fãs da Psicanálise

Encoraje seu filho!

Encoraje seu filho!

IMG_2337Eu, como mãe, vivo me questionando sobre o modo como ajo com as minhas filhas. Quantas vezes fui acometida por um sentimento de culpa. E falo, sinceramente, que até já chorei de arrependimento por ter sido dura com as meninas.

O fato é que não é nada fácil educar. Eu diria mais: não é para qualquer um. Tem que ter dom. Tem que ter vocação. Tem que ter tempo. E, acima de tudo, tem que estar muito disposto. Sim, porque seu filho vai lhe fazer uma pergunta complicada bem na hora que você começou a assistir sua série preferida na TV. Ou vai passar mal de madrugada e você vai ter sair correndo para o hospital. Além disso, terá que lhe ensinar tudo aquilo o que aprendeu e, com isso, tentar fazer com que ele seja uma pessoa melhor do que você.

Acho que esse é o maior objetivo: fazer com que os nossos filhos sejam melhores do que nós. Prepará-los para o futuro e ensiná-los a se defender de todas as adversidades que terão pela frente. Sim, vamos chorar por eles, porque muitas vezes será praticamente impossível evitar que sofram. E a dor de um filho, eu sei, doi bem doído na alma.

Há pouco tempo, minhas meninas –  a Rafaela, de 11 e a Giovanna, de 10 anos – fizeram um “complô” contra mim. Chamaram-me de chata e reclamaram de uma porção de coisas. Eu me senti muito mal. Parecia que todo meu esforço de educá-las para esse mundo vil, que nós sabemos que existe, era em vão.

Tive uma conversa muito sincera com elas e em tom de seriedade, disse-lhes que mudaria meu jeito de ser. Por um dia fiquei séria, parei por um momento de tentar mostrar a elas o que era certo e errado. Confesso que estava no meu momento de reflexão.

As meninas ficaram muito preocupadas com aquela transformação repentina. Elas se reuniram por um dia todo para pensar numa tática para chegar até mim. Dessa vez, elas queriam e… precisavam me resgatar. E é claro que quando voltei a implicar com elas, eu havia voltado para a normalidade.

Vejo que muitos pais, na tentativa de evitar as inevitáveis frustrações de seus filhos, se adiantam em arrumar meios de evitar que isso aconteça. Temem falar não. Não conseguem impor as regras. São permissivos e quando perdem as rédeas, recorrem a terceiros para que eles tenham a tarefa de corrigir o que está errado. E, mais do que isso, acreditam que poupar seus filhos dos desafios que a vida desde cedo lhes impõe é um erro grave que influenciará em muito a personalidade na vida adulta.

O que eu quero dizer é que se o peixinho do seu filho morrer…não corra para comprar outro! Encoraje seu filho para que ele se acostume com as perdas e aprenda a lidar com elas desde cedo da melhor maneira possível.

E aos trancos e barrancos, sem muitas regras, sem muita psicologia, vou seguindo com as minhas meninas. Elas adoram a mãe chata que tem. E eu, não abro mão disso!

 

 

Doce, mas não tonta

Doce, mas não tonta

Jogando BeijosOutro dia, chorando as pitangas para uma amiga que o ano já tinha acabado e não tinha visitado os filhos que nasceram de outras duas amigas e, que portanto, eu era uma pessoa horrível, ela olhou para mim e disse: “Você sofre muito porque é do tipo 2”. Não sei qual em qual teoria esotérica ou astrológica ela estava se baseando, mas ela quis dizer que eu era meiga, boa amiga, ponta firme, maternal. E que, portanto, aquilo faria parte da minha vida.

Fonte: Doce, mas não tonta

Idade segura

Idade segura

A-Beleza-Das-Mulheres-De-Quarenta-13-1Recebi, através do blog, uma mensagem de uma moça de 25 anos recém-casada. Ela pedia um conselho de uma mulher mais madura – no caso eu – sobre o seu relacionamento.

Ela desabafou. Sentia-se insegura, fantasiava algumas coisas em relação ao seu parceiro e sua autoestima estava muito baixa. Tentava, a todo o momento, agradar o marido. Ele, em contrapartida, a tratava com desdém.

Mulheres da nossa idade saberiam muito bem como lidar com essa situação. A moça, ainda um tanto quanto imatura, não sabia o que fazer.

Meu conselho não poderia ser diferente.

“Cara amiga, as mulheres têm que ter inteligência nos relacionamentos. Devem saber se posicionar quando preciso e recuar em alguns momentos. Às vezes temos que deixar passar algumas pequenas coisas e brigar pelo que realmente vale à pena. Melhor ser feliz do que sempre ter razão. Essa maturidade vem com a idade, mas você já pode aprender. Felicidade não depende de ninguém, mas tão somente de você. Procure ser feliz em primeiro lugar consigo mesma. Valorize-se e seu homem passará a admirá-la. Espero tê-la ajudado um pouco. Obrigada por ter me procurado.”

Poucas palavras a fizeram feliz e mais confiante. Nada que a maturidade dos 40 nos impeça de resolver com tanta facilidade.

Ai, ai…

Essa tal felicidade…

Essa tal felicidade…

 

coisas+que+toda+mulher+feliz+deve=TerMuita gente vive à espera de um milagre. A busca, na grande maioria, é pela felicidade. E quem não gostaria de descobrir a fórmula secreta para recorrer a ela todos os dias e a qualquer momento? Muita calma nessa hora.

Mesmo os antidepressivos mais poderosos tão comumente utilizados nos dias de hoje não podem fazer com que você se realize plenamente.  Tudo depende exclusivamente de você.

É comum criarmos expectativas sobre tudo e sobre todos. Claro que temos o direito e a obrigação de querer tudo o que é melhor para nós. Mas essa busca incansável pode trazer muitas e infindáveis frustrações. É precisão saber lidar com elas.

Quantas vezes nos deparamos com pessoas que têm tudo para serem felizes e não são. Tem saúde, vivem bem financeiramente, tem filhos perfeitos, mas estão sempre insatisfeitas. Sempre lhes falta alguma coisa: o homem perfeito, a mulher ideal, o emprego dos sonhos e assim por diante.

Essas pessoas ainda não descobriram que a felicidade é um estado diário e que precisa ser praticada. Trata-se até de um exercício pessoal e independente.

Afinal, ninguém tem o dever ou a obrigação de te fazer feliz do jeito que você quer. Acho até que é por isso que há tantas pessoas infelizes e insatisfeitas. Elas transferem aos outros a responsabilidade de fazê-las felizes. Esse é um erro fatal para todo e qualquer relacionamento.

A grande verdade é que não é possível viver bem ao lado de alguém se não temos equilíbrio o suficiente e maturidade para entender que antes de tudo somos indivíduos com vontades e anseios diferentes.

É preciso entender que antes de existir uma união, deve existir a plenitude individual. E quando passamos a entender isso, conseguimos viver o amor intensamente.

Perfume de mulher

Perfume de mulher

Quem diria eu, que nunca gostei de artesanato, me dedicaria a fazer esses perfumes. Não são lindos?

De um simples experimento, acabei de lançar a linha de difusores, aromatizadores de ambientes e sabonetes líquidos do Mulheres de Quarenta.

Fragrâncias deliciosas para perfumar qualquer ambiente e deixar sua casa ainda mais elegante e sofisticada. E por um preço que cabe no seu bolso.

20151113_132608-1_resized

Entrego pelo correio para qualquer lugar do Brasil.

Gostou? Quer ver mais? Clique aqui.

Fonte: Mulheres de Quarenta by Vanessa Palazzi

Evento fashion Frederico Bonatto e Ong Florescer

Evento fashion Frederico Bonatto e Ong Florescer

Uma das vantagens de se ter um blog é que sempre sou convidada a participar de eventos que têm tudo a ver comigo. No último sábado, estive na loja de sapatos Frederico Bonatto que realizou um evento super bacana em prol da ONG Florescer que atende cerca de 850 crianças carentes e oferece muitas oportunidades para sua inclusão social.

 

12231432_435328833323237_1781603170_n

Além de conhecer a linda coleção da Frederico Bonatto, idealizada pelo amável Salomão e sua mulher Adriana, encontrei amigos queridos que estão empenhados nessa causa, como o Tozinho Branco, Marcos e a querida Denise Borges. Adorei!

 

12226731_435328846656569_1638781115_n

Ajudar é sempre bom!

Confira o vídeo com alguns lindos modelos da Frederico Bonatto. Sapatos? Quem não gosta?

Sexo aos quarenta

Sexo aos quarenta

Amor e paixãoSe você é uma mulher de quarenta certamente já está vendo a diferença. Eu diria que o sexo é um aprendizado e que melhora com o tempo. A parceria é também muito importante no relacionamento a dois.

Intimidade é a receita principal desse jogo. Não adianta querer ter uma noite incrível de prazer se você não conhece bem o seu parceiro. Algumas mulheres até conseguem se resolver bem dessa forma. Mas só se for sexo por sexo, nada mais.

A igualdade de condições entre homens e mulheres permitiu que as mulheres se comportassem dessa forma. Sem nenhuma culpa ou preconceito de ambas as partes. Elas conquistaram o direito de fazer sexo por prazer. Mas é inegável que elas preferem sexo com amor.

Mas o fato é que a mulher de quarenta já experimentou algumas coisas. Já passou por algumas fases. Sabe bem do que gosta e do que não gosta e também não tem vergonha de falar sobre as suas preferências.

A mulher de quarenta não se sente culpada na cama. Não tem complexo e nem se envergonha. Sabe explorar o seu corpo e ser sensual na hora certa. Ela se sente livre para fazer o que bem entender. E não precisa dar explicações ou provar nada para ninguém.

A mulher de quarenta não faz sexo por obrigação. Ela quer se satisfazer. Ela pensa no seu prazer. E ter prazer também significa proporcionar prazer. Ela sabe que pode experimentar novas sensações na hora e com quem bem entender. E sabe fazer isso como ninguém.

E agora, está convencido? Vai trocar por duas de vinte?

Gravidez depois dos 40 anos 

Gravidez depois dos 40 anos 

  1. Quais os riscos de uma gravidez depois dos 40 anos de idade – tanto para a mãe como para a criança?

“Para a mulher, a idade avançada está associada ao aumento na incidência de diabete gestacional, hipertensão específica da gravidez, abortamentos, prematuridade e distócia funcional, quando o trabalho de parto não evolui na velocidade esperada. Para o bebê, os riscos estão associados a alterações cromossômicas numéricas ou estruturais, como a síndrome de Down”, explica Gilberto da Costa Freitas, especialista em Reprodução Humana da Clínica de Reprodução Humana, de São Paulo.

O obstetra Adolfo Liao, do Ambulatório de Obstetrícia do Hospital das Clínicas de São Paulo, afirma que até 25% das gestações em idade materna avançada resultam em aborto. “Quando uma mulher com 20 anos engravida, a chance de ocorrer um aborto espontâneo é menor”, completa. A taxa de bebês nascidos prematuramente também é mais alta e chega a 15% devido a complicações como o diabete e a hipertensão.

“Todos são riscos reais, mas os avanços da medicina diminuem esses impactos nas mães e nos fetos com diagnósticos precoces”, complementa Mauricio Simões Abrão, ginecologista e obstetra da Universidade de São Paulo e diretor da clínica Medicina da Mulher .

Leia mais:

Fonte: 10 questões sobre a gravidez depois dos 40 anos | MdeMulher

A mulher no amor depois dos 40

A mulher no amor depois dos 40

“Quando uma mulher toma a decisão de abandonar o sofrimento, a mentira e a submissão. Quando uma mulher diz, do fundo do seu coração: ‘Chega, cheguei no meu limite. Nem mil exércitos de ego e nem todas as armadilhas de ilusão podem pará-la na busca de sua própria verdade. Aí se abrem as portas de …

Fonte: A MULHER NO AMOR DEPOIS DOS 40 –

Fórmula mágica para emagrecer

Fórmula mágica para emagrecer

será-que-existe-uma-fórmula-mágica-para-emagrecerTenho recebido algumas mensagem das mulheres que depois que chegaram aos quarenta estão com baixa autoestima. Confesso que não é fácil estar feliz todos os dias e a todo momento.

Uma das minhas leitoras queria saber como eu poderia ajudá-la já que depois dos quarenta ela engordou e não conseguia mais perder peso. Todas nós sabemos que nosso metabolismo, com o passar dos anos, tende a ficar mais lento. Com isso, nosso gasto energético é menor. Consequentemente, temos que comer um pouco menos ou aumentar mais as atividades físicas. E não é só isso, temos que optar por uma alimentação melhor, mais natural e mais saudável. E claro, sem radicalismos.

Meu peso já oscilou algumas vezes na balança. Quem nunca? Até que comecei a me conscientizar de que poderia – e deveria – desfrutar de tudo o que eu quisesse mas com moderação. Eu sempre fui daquelas que beliscava o dia todo. E continuo assim. Eu me alimento normalmente e faço pequenos lanchinhos durante o meu dia. Meu prato é colorido e contém pequenas porções de cada alimento.

Aprendi a comer mais devagar, mastigar melhor os alimentos, tomar menos líquidos durante as refeições e também a não repetir ainda que eu tenha muita vontade. Também faço algumas substituições, mesmo porque eu sou viciada em doces. Amo de paixão e não há dieta nenhuma que me faça ficar sem. Sabe aquela velha história de que “você está guardando um espaço para a sobremesa”? Essa sou eu. Não fico sem o meu docinho depois das refeições.

Também optei por alimentos menos gordurosos e também os menos industrializados. Dou preferência a um bolo caseiro do que a um pacote de bolachas. Também gosto de algumas coisas lights ou desnatadas, como leites e iogurtes. Não deixo de comer o meu pão francês, mas apenas um pela manhã. No meio da tarde, muitas frutas. No jantar, gosto de uma taça de vinho e faço refeições menores. Procuro não jantar muito tarde para dar tempo de fazer a digestão.

Eu me obrigo a tomar mais água durante o dia para me hidratar e deixar minha pele mais bonita.

beber-agua-gelada-2

E também faço exercícios físicos pelo menos duas vezes por semana. Eu sempre gostei. E vou falar a verdade, gosto de variar minhas atividades para não enjoar, porque cá entre nós, fazer sempre a mesma coisa tira nosso estímulo para a ginástica. Eu corro, faço aulas de spining e caminho ao ar livre. Gosto de nadar também. Na academia aprendi que a musculação nos prepara para todos esses exercícios, e também não deixo de lado essa atividade. Faço aulas de dança quando possível e também localizada. Tudo sem exageros. Quando não estou disposta eu não me obrigo a ir.

A grande verdade é que cada um tem encontrar a sua própria fórmula mágica para ficar bem consigo mesma. Em primeiro lugar é preciso se livrar das cobranças e dos padrões exigidos pela sociedade. Depois, caso você queria uma transformação vai ter que ter muita disposição e força de vontade. Dificilmente o tratamento que você escolher surtirá efeito se você não se empenhar.

É preciso entender que a alimentação é para o resto das nossas vidas. Aprender a fazer boas escolhas é fundamental para envelhecer bem e melhor. Boa sorte!